Wall Street recupera após três quedas consecutivas

Os índices norte-americanos estão a recuperar no início da sessão desta sexta-feira, após três quedas consecutivas.

Após três sessões consecutivas de quedas, os índices bolsistas norte-americanos estão a recuperar no arranque da sessão desta sexta-feira, beneficiando dos dados positivos das vendas a retalho nos EUA.

O Dow Jones sobe 0,48% para os 28.629,65 pontos, o Nasdaq valoriza 0,45% para os 11.766,63 pontos e o S&P 500 soma 0,36% para os 3.495,98 pontos.

Wall Street recupera assim do pior ciclo de perdas em quase um mês numa altura em que os investidores digerem a falta de acordo sobre um novo pacote de estímulos e a expectativa em relação às eleições presidenciais de 3 de novembro. Além disso, há a deterioração dos números da pandemia, principalmente na Europa.

No entanto, nesta sessão o foco está nas vendas a retalho nos EUA que subiram 1,9% em setembro, superando as estimativas dos analistas que esperavam uma recuperação mais modesta deste segmento.

Entre as cotadas, o destaque vai para a Pfizer que está a valorizar esta sexta-feira depois de ter dito que irá pedir o uso de emergência da sua vacina contra a Covid-19 assim que atingir certos níveis de segurança, os quais espera alcançar no final de novembro.

Já os títulos da Boeing, fabricante norte-americana de aviões, também estão a valorizar na sequência da decisão do regulador europeu da aviação que disse que o modelo 737 Max é seguro para voar novamente.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Wall Street recupera após três quedas consecutivas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião