StayAway Covid: Só foram gerados 730 códigos de infetados

  • ECO
  • 17 Outubro 2020

Até ao momento, apenas foram gerados 730 códigos de infetados por Covid-19 para serem colocados na app StayAway Covid. Há queixas de erros e demoras do sistema.

Ainda que a StayAway Covid já conte com perto de dois milhões de downloads, só foram gerados, até ao momento, 730 códigos de infetados para introduzir nessa app, indicam os dados do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência citados, este sábado, pelo Público (acesso condicionado).

De acordo com a legislação em vigor, cabe ao médico obter junto da plataforma Trace Covid o código que tem, depois, de ser introduzido pelos infetados com o novo coronavírus na app StayAway Covid de modo a que as pessoas que estiveram perto nos últimos 15 dias, por mais de 15 minutos e a uma distância inferior a dois metros, sejam alertadas.

Não é isso, contudo, que está a acontecer. O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF), Rui Nogueira, revela que há “alguma confusão” em volta dos procedimentos e aponta algumas dificuldades na sua implementação: “Um dos problemas é que, muitas vezes, temos de ditar este código por telefone porque a pessoa está em casa. Outro é o facto de o código desaparecer depois de algum tempo”. O presidente do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (que coordena a app), José Manuel Mendonça, defende, na mesma linha, que é preciso alterar a forma de obtenção dos códigos.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

StayAway Covid: Só foram gerados 730 códigos de infetados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião