Insurtech que otimiza gestão de sinistros vence campeonato de Inovação da Zurich

  • ECO Seguros
  • 22 Outubro 2020

Duas norte-americanas e uma insurtech australiana são as vencedoras do concurso anual de Inovação conduzido pelo Zurich Insurance Group.

A ClaimFlo, uma plataforma de inteligência artificial (machine learning) desenvolvida pela Safekeep para processamento de participações de sinistros no ramo P&C (propriedade e acidentes), conquistou o galardão de ouro da edição anual do Zurich Innovation Championship, anunciou a seguradora suíça.

“As start-ups premiadas apresentaram ideias que procuram resolver alguns dos maiores desafios que a sociedade enfrenta, melhorando também para a proteção face a riscos emergentes”, introduz uma nota da instituição suíça. A ClaimFlo, solução vencedora do campeonato, “tem o potencial de aumentar a eficiência e a relação custo-eficácia na identificação e processamento de reclamações para investigações e recuperação,” lê-se numa das comunicações divulgadas pela Zurich ao longo do concurso.

Dos outros dois finalistas do 2º concurso de inovação Zurich, ambos em segundo lugar, a Pops! Diabetes Care (Austrália) é inovadora na área de testes de glicemia (medição de açúcar no sangue). A startup construiu uma aplicação alternativa que permite, em tempo real, monitorizar níveis de glicose no sangue e promover o treino de doentes através de dispositivos móveis, um projeto que otimiza a gestão de produtos e serviços no ramo de Saúde.

Já a Jupiter Intelligence, ex aequo em prata com a Pops!, desenvolveu uma solução para gerir riscos catastróficos, utilizando a modelação de fatores associados às alterações climáticas. A Safekeep, de Nova Iorque, e a Jupiter Intelligence, sediada na Califórnia, estavam entre as 16 startups inicialmente selecionadas pela Zurich North America. Em julho, passaram à condição de finalistas.

“O potencial das ideias introduzidas durante o campeonato de Inovação da Zurique deste ano foi muito impressionante”, disse Stuart Domingos, responsável pela área de Inovação no grupo Zurich. “Esperamos aprofundar o nosso trabalho com os vencedores e continuar a colaboração com os outros finalistas, explorando soluções para o nosso negócio, as nossas comunidades e clientes, tendo em mente um futuro mais sustentável e eficiente“, comentou Domingos.

Os vencedores, nomeados depois dos pitch final seguido pelo Comité Executivo do Grupo Zurich, foram escolhidos de entre oito projetos selecionados no verão para trabalharem com a seguradora global em provas de conceito. As propostas vencedoras representam soluções “que alinham com as prioridades da companhia no estabelecimento de confiança e responsabilidade” quando se trata de gerir e manusear dados numa sociedade digital, justifica entidade num comunicado.

Embora não tenham chegado ao pódio, os outros cinco selecionados conquistaram reconhecimento por terem apresentado soluções “potencialmente importantes para a companhia e os seus clientes”. O quinteto é composto pela Mellow (Hong Kong), Parametrix (Israel) , Wenalyze (Espanha); DeepAgro (Argentina), DESCIFRA (México).

O Innovation Championship da Zurich, que agora conclui a sua segunda edição anual, foi pensado para criar colaborações com insurtechs de todo o mundo, promovendo a aceleração de ideias inovadoras e desenvolvimento de produtos e serviços com potencial para o futuro da indústria seguradora.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Insurtech que otimiza gestão de sinistros vence campeonato de Inovação da Zurich

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião