PEV decide dia 26 sentido de voto no OE 2021. Governo cedeu em algumas propostas

Os Verdes vão decidir na segunda-feira, 26 de outubro, como irão votar o Orçamento do Estado. Contudo, notam que o Governo mostrou disponibilidade para viabilizar algumas propostas do PEV.

Após a reunião desta quarta-feira com o Governo sobre a proposta do Orçamento do Estado para 2021 (OE 2021), o Partido Ecologista “Os Verdes” revelou esta quinta-feira que o Executivo mostrou disponibilidade para viabilizar algumas das propostas. Contudo, o sentido de voto do PEV só ficará decidido na segunda-feira, 26 de outubro, na reunião da comissão política.

Numa reação à reunião com o Governo, o deputado José Luís Ferreira adiantou aos jornalistas no Parlamento que o Governo irá dar uma resposta “definitiva” às reivindicações do PEV até esta sexta-feira.

Tendo em conta essa resposta, o partido irá tomar uma decisão sobre o sentido de voto na generalidade, cuja votação ocorrerá a 28 de outubro. A abstenção do PEV poderá ser essencial, a par do PCP e do PAN, caso o BE decida votar contra.

O PEV encontra-se a “aguardar pela resposta do Governo ao conjunto de contributos dos Verdes para o OE não ser tão insuficiente como está agora“, disse José Luís Ferreira, em declarações transmitidas pela RTP3. Entre esses contributos está a necessidade de investimento na produção nacional.

Apesar de assinalar que “neste momento está tudo em aberto como estava antes” em relação ao sentido de voto, o deputado do PEV admitiu que na reunião “houve alguma disponibilidade do Governo para viabilizar algumas das nossas propostas”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

PEV decide dia 26 sentido de voto no OE 2021. Governo cedeu em algumas propostas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião