Deutsche Bank rejeitou pedido do BCE para suspender parte do negócio devido ao risco

  • ECO
  • 9 Novembro 2020

Recomendação do supervisor era não vinculativa e o banco considerou que era "inviável". Garante, no entanto, ter reforçado as medidas de segurança interna.

O Deutsche Bank rejeitou um pedido não vinculativo do Banco Central Europeu (BCE) para suspender parte das suas operações financeiras e, assim, limitar o risco nos empréstimos. O supervisor financeiro terá mostrado preocupação com a falta de monitorização do risco em transações altamente alavancadas, numa carta enviada durante o verão, segundo noticia o Financial Times (acesso pago).

De acordo com informações prestadas por fontes próximas do banco ao jornal, o BCE terá pedido a suspensão da atividade ligada a clientes empresariais por ter identificado medidas “incompletas” na monitorização de risco em operações de leveraged finance, ou seja, empréstimos a empresas de private equity e outros clientes para comprarem ativos financeiros. A intervenção do supervisor foi espoletada por uma auditoria de rotina junto do banco, que é não só o maior da Alemanha em termos de concessão de crédito como um dos mais importantes a nível europeu nesse segmento.

Na carta em questão, o BCE avisou o banco para falhas na monitorização de risco e deu até final de setembro para serem feitas alterações, tendo “encorajado” o banco a suspender todas as transações até o problema ser corrigido. O Deutsche Bank respondeu, no entanto, que a solução era “inviável”, mas garantiu estar a apertar os processos internos.

Leveraged loans são um negócio importante para a economia e para muitos bancos, incluindo o Deutsche Bank. Temos um historial forte neste negócio e seguimos uma abordagem de gestão de risco prudente em linha com os requisitos regulatórios. Como princípio, não comentamos questões de diálogo com os reguladores”, respondeu o banco ao FT sobre este assunto. Contactado pelo jornal, o BCE não respondeu.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Deutsche Bank rejeitou pedido do BCE para suspender parte do negócio devido ao risco

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião