Solzaima investe 10 milhões em unidade fabril em Águeda

A nova uidade fábril já está em operação desde o início deste mês e quer tornar-se na fábrica mais moderna no setor do aquecimento a partir de lenha e pellets.

Nem a pandemia da Covid-19 impediu a Solzaima, empresa portuguesa que opera no setor do aquecimento com origem em fontes como lenha e pellets (caldeiras, recuperadores, salamandras e fogões), de investir dez milhões de euros na construção de uma nova unidade fabril em Águeda.

“A nova fábrica já está em operação desde o início deste mês e irá atrair novos fabricantes para fabricarem os seus produtos em Portugal uma vez que a unidade fabril conta com todas as facilidades e tornou-se a fábrica mais moderna do setor. Com este investimento, a Solzaima posiciona-se como o líder ibérico no setor, através da modernização e melhoria de processos, por forma a tornar o fabrico mais eficiente e com melhor qualidade final”, explica a empresa em comunicado.

O grupo diz ainda que esta aposta é fruto do crescimento gradual das suas três marcas (Solzaima, Fogo Montanha e Red Pod) no mercado de exportação, cujas vendas representam já 35% do negócio, bem como da aquisição de novos clientes europeus que fabricam em Portugal, na fábrica da Solzaima, as suas linhas de aquecimento a biomassa.

O CEO do grupo, Nuno Sequeira, explica que o futuro perspetiva-se “de crescimento e consolidação” uma vez que pretende atingir os “20 milhões de euros nos próximos cinco anos” através da consolidação dos mercados onde a empresa já está a vender, da entrada em novos mercados, mas também pelo crescente interesse de outros fabricantes do setor que pretendem produzir os seus produtos em Águeda.

O grupo, que conta com 40 anos de existência e emprega 170 colaboradores, quer tornar os seus processos mais sustentáveis e destaca que já têm vários fatores que contribuem para uma melhoria no processo de fabrico, nomeadamente um novo processo de pintura de última geração e não poluente, máquinas de corte a laser automáticas e robots de soldadura. Para além dos processos, a empresa instalou painéis solares com produção de 550 kW de energia e vai dar início à renovação da sua frota automóvel para veículos elétricos.

Recentememente, um dos produtos da Solzaima (salamandra Natura) foi distinguido pela Bienal Iberoamericana de Design (BID20) na categoria de Design Industrial/Produto. Esta salamandra, cujo revestimento é todo feito em cortiça, caracteriza-se por um elevado rendimento e baixas emissões, tendo estado em exposição e em representação de Portugal na mostra da 7ª edição da Bienal Iberoamericana de Design.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Solzaima investe 10 milhões em unidade fabril em Águeda

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião