Trump despede diretor da agência que garantiu segurança nas eleições

  • ECO
  • 18 Novembro 2020

Donald Trump despediu "com efeitos imediatos" o diretor do departamento de cibersegurança norte-americano que o desmentiu publicamente em relação a alegadas fraudes eleitorais.

O Presidente dos EUA despediu o diretor do departamento de cibersegurança norte-americano que o desmentiu publicamente em relação a alegadas fraudes eleitorais, segundo noticia a Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

Christopher Krebs, antigo executivo da Microsoft, tornou-se diretor da Cybersecurity and Infrastructure Security Agency em 2018. Esta agência declarou que as eleições do dia 3 de novembro “foram as mais seguras da história da América”. O atual presidente dos Estados Unidos não terá gostado das afirmações e anunciou o seu despedimento com efeitos imediatos.

A recente afirmação de Chris Krebs sobre a segurança das eleições de 2020 foi altamente imprecisa, dado que houve grandes impropriedades e fraudes — incluindo pessoas mortas a votar, observadores proibidos de entrarem nos locais de votação, falhas “nas máquinas de votação que mudaram os votos de Trump para Biden, votação tardia e muito mais“, escreveu Trump no Twitter, acrescentado que o estava a demitir “com efeitos imediatos”.

O ex-diretor reagiu à demissão através da mesma rede social, mantendo a posição que tinha defendido. “Fizemos o correto”, lê-se numa publicação também no Twitter.

Alguns membros do Congresso também já reagiram à notícia. “Ao despedir Krebs por simplesmente fazer seu trabalho, o presidente Trump está a provocar graves danos a todos os americanos – que contam com as defesas da CISA, mesmo que não saibam disso”, disse o senador Angus King.

Ainda antes de os resultados eleitorais finais serem conhecidos, Trump já lançava dúvidas sobre a integridade da votação, sendo que as reivindicações ganharam força desde que o democrata Joe Biden foi declarado vencedor por diversos órgãos de comunicação social, após garantir os votos eleitorais suficientes.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Trump despede diretor da agência que garantiu segurança nas eleições

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião