Governo vai contratar 2.100 profissionais para o SNS por semestre em 2021

Foi aprovada a proposta do PS que clarifica a calendarização de contratações de profissionais de saúde em 2021, com 2.100 contratações por semestre.

O Governo irá concretizar a contratação de 2.100 profissionais para o Serviço Nacional de Saúde (SNS) por semestre no próximo ano. Tal ficou definido numa proposta de alteração do PS, que os deputados aprovaram nas votações na especialidade do Orçamento do Estado (OE) para 2021, esta segunda-feira.

O reforço do SNS tem estado em grande plano nas discussões sobre este Orçamento do Estado. Na proposta inicial entregue pelo Executivo ao Parlamento apenas constava que “até ao final do primeiro trimestre de 2021, o Governo procede ao levantamento das necessidades de profissionais de saúde, tendo em vista a concretização de 4.200 contratações”.

Entretanto, após o decorrer das negociações e críticas face ao reforço planeado, nomeadamente à esquerda, o PS avançou com uma proposta de alteração que clarifica o calendário das contratações. Fica agora definido que “os procedimentos para permitir as contratações identificadas no número anterior devem ser desenvolvidos de modo a permitir a concretização de 2.100 contratações por semestre”.

“O reforço dos meios humanos do Serviço Nacional de Saúde é um compromisso reafirmado pelo Governo no Orçamento do Estado para 2021. Por forma a garantir uma rápida concretização da contratação dos 4.200 profissionais de saúde é estabelecida uma calendarização“, explica o PS, na nota justificativa da proposta.

Este reforço, de 4.200 profissionais no próximo ano, era o que estava já definido no OE de 2020. Aí, o Governo tinha determinado que seriam contratados 8.400 profissionais em 2020 e 2021, o que correspondia a 4.200 em cada ano. Uma das críticas dos partidos era que, apesar da pandemia, este número não se alterou.

O PCP chegou, inclusivamente, a avançar com uma proposta de alteração para a contratação de mais 6.470 trabalhadores para o SNS, mas que acabou por ser chumbada.

(Notícia em atualização)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Governo vai contratar 2.100 profissionais para o SNS por semestre em 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião