Vagos anuncia investimento de 20 milhões que promete criar 150 postos de trabalho

  • Lusa
  • 30 Novembro 2020

O grupo MCGP Internacional, que trabalha na área da cosmética, promete criar 150 postos de trabalho.

A Câmara de Vagos anunciou esta segunda-feira um investimento de cerca de 20 milhões de euros de uma empresa na área da cosmética que vai criar 150 postos de trabalho no Parque Empresarial de Soza.

A informação foi adiantada pelo município do distrito de Aveiro num comunicado enviado à agência Lusa, onde é referido o acordo com o grupo MCGP Internacional.

“O grupo MCGP International contratualizou a compra de uma parcela no Parque Empresarial de Soza, onde irá investir cerca de 20 milhões de euros e garantir a criação de uma unidade de produção de dispositivos médicos para utilização dermatológica”, sublinha a autarquia, na nota divulgada esta segunda-feira.

O grupo MCGP International contratualizou a compra de uma parcela no Parque Empresarial de Soza, onde irá investir cerca de 20 milhões de euros e garantir a criação de uma unidade de produção de dispositivos médicos para utilização dermatológica.

Câmara Municipal de Vagos

Segundo o comunicado enviado à agência Lusa, trata-se de um “novo investimento com elevado conteúdo inovador” e uma unidade que “contará com tecnologia de vanguarda”.

A autarquia liderada pelo social-democrata Silvério Regalado acentua a estratégia de captar “mais e melhor emprego” e considera o investimento do grupo MCGP Internacional “o corolário” da política de atração de empresas.

“O município de Vagos tem vindo a investir na proximidade aos investidores e na criação de uma resposta integrada aos empresários e investidores, oferecendo uma oferta organizada e qualificada de solo industrial, apoiando as empresas em todo o processo de instalação”, acentua a autarquia, em comunicado.

Citado na mesma nota, Silvério Regalado manifesta o seu “entusiasmo e satisfação” com a concretização do acordo.

“Estamos na linha da frente da captação de investimento na região, o que é um sinal claro que as empresas continuam a confiar e a acreditar no Município de Vagos para fazer os seus investimentos”, acrescenta o autarca.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Vagos anuncia investimento de 20 milhões que promete criar 150 postos de trabalho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião