Banco de Inglaterra “perde” 50 mil milhões em notas de libra

  • ECO
  • 4 Dezembro 2020

É possível que o dinheiro esteja debaixo de colchões, no estrangeiro ou na economia paralela. Public Accounts Committee diz que banco central "não parece muito curioso" em descobrir.

É o equivalente a 13 quilómetros completamente cobertos de notas de cinco libras, mas mesmo assim o Banco de Inglaterra perdeu o equivalente a 50 mil milhões de libras. O alerta é feito pelo grupo parlamentar Public Accounts Committee (PAC), que diz que o banco central deveria estar mais preocupado, segundo The Guardian (acesso livre).

O grupo diz que este dinheiro “desapareceu” porque o Banco de Inglaterra não manteve controlo suficiente sobre o uso de dinheiro no Reino Unido. Diz que houve uma “atitude negligente em relação ao paradeiro de grande parte do fornecimento de dinheiro em libras esterlinas”. É possível que o dinheiro esteja debaixo de colchões de famílias britânicas, que tenha saído do país ou mesmo que tenha sido usado em economia paralela.

Devido ao design das notas, estas não são rastreáveis, dificultando o trabalho do banco central de acompanhar o percurso do dinheiro e saber exatamente onde as notas estão. A crítica prende-se essencialmente com a despreocupação que consideram haver. “50 mil milhões de libras esterlinas em notas estão armazenadas nalgum sítio, mas o Banco de Inglaterra não sabe onde, por quem ou de que forma. E não parece muito curioso“, diz a líder do PAC, Meg Hillier, citada pelo The Guardian.

O dinheiro em numerário tem sido gradualmente substituído na digitalização da economia, com especial destaque para o declínio do uso de moedas. A produção de pennies e pounds caiu 65% na última década, o que poderá ser acelerado pela pandemia com o aumento do uso de pagamentos contactless, de acordo com o jornal britânico. Ainda assim, o valor das notas em circulação subiu este ano, uma tendência que o banco central considera estar associada aos receios sobre o futuro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Banco de Inglaterra “perde” 50 mil milhões em notas de libra

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião