Mota-Engil ganha contrato de 240 milhões para construção e operação de autoestrada no México

  • Lusa
  • 9 Dezembro 2020

O contrato de concessão que o Estado do México atribuiu à Mota-Engil México tem a duração de 30 anos.

A Mota-Engil México ganhou um contrato de concessão por 30 anos para a construção, operação, conservação e manutenção da autoestrada Tultepec-AIFA-Piramides, no valor de 240 milhões de euros, foi esta quarta-feira anunciado.

Em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Mota-Engil informou que “o Estado do México atribuiu à Mota-Engil México um contrato de concessão por 30 anos para a construção, operação, conservação e manutenção da autoestrada Tultepec-AIFA-Piramides”.

“Esta autoestrada, além de ser uma importante via de ligação para a Cidade do México, ligando três autoestradas principais que acedem à cidade pelo norte, será também um dos acessos ao novo Aeroporto Internacional Felipe Angeles”, refere a empresa no comunicado.

Esta concessão rodoviária de 27 quilómetros em que a Mota-Engil detém 100% de participação inclui 240 milhões de euros para o contrato de conceção e construção.

Segundo o grupo, “este novo contrato aumenta a carteira de encomendas na região, equilibrando assim entre as três regiões o volume total de futuras obras que já ultrapassa o nível de 6.000 milhões de euros, atingindo um novo recorde”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mota-Engil ganha contrato de 240 milhões para construção e operação de autoestrada no México

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião