Santa Maria e Pulido Valente vão operar 500 doentes não Covid nos hospitais privados

  • ECO
  • 9 Dezembro 2020

O Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte assinou um protocolo com cinco unidades de saúde do setor privado e social para operar doentes não Covid. Para já estão previstas 500 cirurgias.

Cirurgiões de sete especialidades do Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte, que integra os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, vão começar esta quarta-feira a operar os seus doentes em hospitais privados e do setor social. Em causa estão 500 doentes não Covid, revela o Diário de Notícias (acesso condicionado).

Na primeira vaga da pandemia, várias cirurgias não urgentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) foram adiadas. Para que isto não se repita, o Centro Hospitalar Universitário Lisboa Norte (CHULN) assinou um protocolo com cinco unidades de saúde, das quais quatro privadas e uma do setor social, que vai começar a ser implementado esta quarta-feira. Este plano vai abranger 250 camas, das quais 50 de cuidados intensivos, bem como outros recursos. “Tivemos a experiência da primeira fase, em que a suspensão da atividade teve um peso forte na acessibilidade dos doentes aos cuidados cirúrgicos, tornando-se mais difícil e mais prolongada. Portanto, o que aprendemos com a primeira fase queremos corrigir agora na segunda”, explica o presidente do conselho de administração do (CHULN) ao jornal.

Para já está prevista a realização de cirurgias a 500 doentes das especialidades de neurocirurgia, cirurgias cardíaca, vascular, plástica, ortopedia, otorrino e urologia, que já tinham intervenções agendados ou que tinham expectativa de que tal acontecesse entre novembro e janeiro de 2021.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Santa Maria e Pulido Valente vão operar 500 doentes não Covid nos hospitais privados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião