Polónia multa Jerónimo Martins em 161,7 milhões de euros

A rede de supermercados que a Jerónimo Martins tem na Polónia, Biedronka, está a ser acusada de ter praticado práticas abusivas de descontos, que lesaram fornecedores.

A rede de supermercados polaca Biedronka, pertencente à Jerónimo Martins, foi multada em 723 milhões de zlotys (161,7 milhões de euros) naquele país por praticar descontos que prejudicaram fornecedores. Esta é mais uma multa a somar a outras que o regulador polaco já aplicou à Jerónimo Martins.

Em causa estarão práticas abusivas de descontos que resultaram numa faturação superior a 135 milhões de euros para a Jerónimo Martins e que acabaram por prejudicar mais de 200 produtores, detalha a acusação da Autoridade da Concorrência e Defesa do Consumidor (UOKiK), em comunicado.

“A qualquer momento o proprietário da Biedronka poderia pedir uma redução da remuneração mediante a concessão de um desconto adicional” e “devido ao poder de mercado, os fornecedores aceitaram condições desfavoráveis, com receio que o fim da cooperação pudesse significar perdas financeiras ainda maiores“, continua o regulador polaco.

Citado no documento, o presidente do UOKiK, Tomasz Chróstny, afirma que se trata de um “uso absolutamente inaceitável do poder de mercado” pela Biedronka e de “práticas que destroem as bases da concorrência leal”.

Em agosto, a Jerónimo Martins já tinha sido multada na Polónia, naquela vez em 26 milhões de euros, por prática de preços enganadora. O UOKiK afirmou que os preços finais dos produtos vendidos pela Biedronka eram superiores aos rótulos indicados na loja ou que não existia informação sobre o preço, algo que já estava a ser implementado pelo menos desde o ano de 2016 na Biedronka, penalizando assim os consumidores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Polónia multa Jerónimo Martins em 161,7 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião