139 mil pessoas serão vacinadas contra a Covid-19 em Portugal até janeiro

Até janeiro, serão vacinados 118 mil residentes e profissionais em lares, e 21 mil profissionais de saúde. 

Portugal vai receber cerca de 313 mil doses da vacina contra a Covid-19 da Pfizer até janeiro, mas esta encomenda apenas vai permitir vacinar 139 mil pessoas nesse período, segundo o plano de vacinação nacional. Estas pessoas incluem 118 mil residentes e profissionais em lares, e 21 mil profissionais de saúde.

O número, que é menos de metade do número de doses que vão chegar, prende-se com a decisão da task force de garantir que as pessoas vacinadas vão poder receber as duas doses, acautelando a possibilidade de existirem problemas nas próximas encomendas. “Guardaremos de imediato uma dose para a segunda toma de todas as pessoas que iniciarem a vacinação”, explicou Francisco Ramos, coordenador do grupo responsável pelo plano. Para além disso, o plano do número de pessoas vacinadas integra também a possibilidade de quebras nas vacinas, de 2%.

A primeira encomenda de vacinas, de 9.750 doses e que chegará a Portugal a 24 ou 26 de dezembro, será focada apenas nos profissionais de saúde. Irá focar-se nos centros hospitalares, sendo que estão ainda a ser definidos os locais, mas a referência é Lisboa Central e São João.

Já em janeiro serão também abrangidos profissionais e residentes em lares, bem como outros profissionais de saúde, nomeadamente aqueles diretamente envolvidos na prestação de cuidados a doentes, como, por exemplo, nas unidades de cuidados intensivos.

Quanto à distribuição das cerca de 300 mil vacinas que o país irá receber pelo território português, os Açores e a Madeira vão receber duas caixas cada, sendo que cada uma tem cerca de 4.875 doses. Já Portugal continental recebe 58 caixas.

Estão previstas serem vacinadas 950 mil pessoas na primeira fase, que arranca na última semana do ano e deverá prolongar-se até abril, calendário que dependerá da chegada das encomendas. Está também condicionada pela chegada da vacina da Moderna.

Estão previstas chegar da vacina da Pfizer 313 mil doses em janeiro, 429 mil em fevereiro e 487 mil em março, o que perfaz um total de 1.229.475 no primeiro trimestre do ano. Este é um número reduzido face ao previsto, devido a problemas da parte da empresa, sendo que o atraso será compensado no trimestre imediatamente a seguir.

No que diz respeito à segurança das vacinas, os locais de armazenamento estarão sujeitos a vigilância policial, segurança de área e segurança de instalações. Já no transporte existirá escolta das forças de segurança, para facilitar o deslocamento, e para transportes críticos, dispositivos de segurança e, quando necessário apoio aéreo.

Residentes em lares estarão vacinados até final de fevereiro

“Este vai ser um processo longo, de muitos meses, que não conseguimos ainda estimar quando vai terminar”, aponta Francisco Ramos. Ainda assim, o arranque da vacinação, nomeadamente alinhado com os outros países da União Europeia, é um “fator de esperança e confiança em que vamos conseguir vencer esta pandemia”, reitera.

Na calendarização do plano nacional, prevê-se que todos profissionais de saúde prioritários deverão estar vacinados no final de março, todos os residentes em lares no final de fevereiro, pessoas com comorbilidades no final de abril e outros profissionais de saúde no final de abril.

Quando chegar a altura de vacinar as pessoas dos grupos prioritários nos centros de saúde, estes serão contactados por SMS para indicar se desejam ou não ser vacinados. Se responder que sim será sugerido um agendamento, com hora, local e dia. Já se responder que não, não será feito o agendamento, mas se não responder haverá um contacto para determinar o interesse.

(Notícia atualizada às 19h35)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

139 mil pessoas serão vacinadas contra a Covid-19 em Portugal até janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião