ISEG vê PIB a cair 9% no quarto trimestre e 8,4% no conjunto do ano

Os economistas do ISEG confirmam que no quarto trimestre do ano passado a recuperação foi interrompida. O PIB deverá cair 9% em termos homólogos, perfazendo uma queda anual em 2020 de 8,4%.

A economia portuguesa deverá interromper a recuperação do verão no quarto trimestre do ano passado, registando uma contração homóloga de 9%. A confirmar-se esta previsão dos economistas do ISEG, o PIB vai cair 8,4% no conjunto do ano, face a 2019, o que está em linha com o valor do Governo (-8,5%) no Orçamento do Estado para 2021 (OE 2021).

A síntese de conjuntura de dezembro do ISEG, divulgada esta quarta-feira, estima uma contração de 9% no quarto trimestre de 2020, em comparação com o quarto trimestre de 2019. Face ao terceiro trimestre de 2020, a queda será de 2,9%, o que significa na prática que a recuperação parou. Esta interrupção da retoma económica é justificada pelas restrições introduzidas em novembro e mantidas em dezembro para controlar o crescimento do número de infeções.

“Mesmo com a indicação qualitativa menos negativa de dezembro, o 4º trimestre confirma-se – inevitavelmente, devido às maiores restrições de atividade – como um trimestre em que se registará um decréscimo da procura interna face ao trimestre anterior e um decréscimo homólogo superior ao do 3º trimestre”, escrevem os economistas do ISEG, reconhecendo a melhoria da confiança dos consumidores e dos empresários registada no mês do Natal.

Em relação à procura externa líquida (exportações menos as importações), o contributo negativo deverá ser semelhante ao esperado. “Os dados do comércio externo em outubro continuam a mostrar uma melhoria homóloga do défice externo nos bens, com a exportação de bens a decrescer menos do que as importações”, explicam os economistas do ISEG, revelando logo de seguida que, “em simultâneo, o menor saldo positivo dos serviços, sobretudo devido à queda da procura externa turística, deverá voltar a descer no 4º trimestre“.

A confirmar-se este desempenho do PIB no quarto trimestre, o grupo de análise económica do ISEG estima que no conjunto do ano a economia portuguesa tenha contraído 8,4%. Esta previsão é praticamente igual à contração de 8,5% esperada pelo Governo, é o mesmo valor previsto pela OCDE em dezembro e é um número melhor do que as quedas previstas pelo Conselho de Finanças Públicas (-9,3%), Fundo Monetário Internacional (-10%) e Comissão Europeia (-9,3%).

O ISEG não avança, para já, com previsões para o ano de 2021.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

ISEG vê PIB a cair 9% no quarto trimestre e 8,4% no conjunto do ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião