Após vitória de Biden, Guterres quer segundo mandato na ONU

  • ECO
  • 11 Janeiro 2021

O atual secretário-geral das Nações Unidas já informou os países de que quer fazer um segundo mandato no cargo. A vitória de Joe Biden terá ajudado a tomar a decisão.

O secretário-geral das Nações Unidas (ONU), António Guterres, terá dito este domingo aos cinco membros permanentes do conselho de segurança da ONU (EUA, Reino Unido, França, China e Rússia) que quer fazer um segundo mandato, de acordo com a Bloomberg que cita dois diplomatas. Guterres deverá informar o presidente da assembleia-geral da ONU em breve, ainda que oficialmente o seu gabinete não faça comentários sobre este tema.

Os anteriores secretários-gerais da ONU também serviram durante dois mandatos. O ex-primeiro-ministro está no cargo desde 2017 com um mandato de cinco anos que terminará no final de 2021. Os diplomas que falaram com a Bloomberg explicaram que a decisão de recandidatar-se estava pendente dos resultados das eleições norte-americanas. A vitória de Joe Biden dá mais conforto ao português uma vez que Donald Trump criticou a organização, ameaçando cortar a contribuição dos EUA.

Já o democrata Biden pretende reverter a política isolacionista de Trump, regressando ao multilateralismo através da ONU, desde logo ao restabelecer a posição dos EUA no acordo nuclear com o Irão sob certas condições, além de voltar a colaborar com outras organizações internacionais como a OMS e entrando novamente no acordo climático de Paris. Este último pormenor é importante para Guterres que tem feito da emergência climática uma das prioridades do seu mandato.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Após vitória de Biden, Guterres quer segundo mandato na ONU

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião