Governo reabre linha de crédito com garantia pública com 400 milhões

Face ao impacto do confinamento, o Governo rebre linha de crédito com garantia do Estado, com 400 milhões. Empresas exportadoras e de organização de eventos terão empréstimos com 20% a fundo perdido.

O Governo vai reabrir a linha de crédito com garantia do Estado para as empresas mais afetadas pelo confinamento, disponibilizando já 400 milhões de euros. O ministro Siza Vieira adiantou ainda que, a partir da próxima segunda-feira, estarão disponíveis, nos bancos, as linhas de crédito para empresas exportadoras e da área de eventos que têm uma componente de 20% a fundo perdido.

“Além de termos reaberto, desde já, a linha de crédito com garantia do Estado para as empresas dos setores mais afetados pelas medidas de mitigação da pandemia, para já com o valor de 400 milhões de euros, temos também já no sistema bancário, a partir de segunda-feira, a linha de crédito para as empresas exportadoras, a linha de crédito para as empresas que se dediquem à prestação de serviço no setor dos eventos, que se caracterizam por permitir a conversão de 20% do valor do crédito em subsídio a fundo perdido, no caso de manutenção dos postos de trabalho no final de 2021″, anunciou esta quinta-feira o ministro da Economia.

Estas linhas de crédito fazem parte de um conjunto mais alargado de medidas de apoio às empresas que o Governo anuncia na véspera de o país entrar em novo confinamento face à propagação do coronavírus.

Por causa do lockdown, os estabelecimentos que comercializam bens e serviços que não são considerados essenciais ou de primeira necessidade vão estar encerrados nas próximas duas semanas, pelo menos. O primeiro-ministro já sinalizou que as restrições poderão prolongar-se por um mês.

Já aquando do confinamento implementado em março e abril, o Governo lançou (e foi reforçando) linhas de crédito com garantia do Estado que cobriam até 90% do crédito dado pelo banco.

Contudo, as mesmas mereceram muitas críticas da parte das empresas, devido sobretudo à burocracia do processo e que estava a atrasar o financiamento numa altura de grande aperto financeiro.

(Notícia atualizada às 19h02)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Governo reabre linha de crédito com garantia pública com 400 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião