Comprar todas as casas em Espanha custaria 4,1 biliões de euros

Seriam precisos mais de quatro biliões de euros para comprar todas as casas construídas no país vizinho, ou mais de 18 mil milhões por mês para as arrendar.

Quanto custaria comprar todas as casas existentes em Espanha? O triplo do PIB espanhol. Esta é uma das conclusões do Idealista, citado pelo El País (conteúdo em espanhol), que calculou ainda o valor a desembolsar se alguém quisesse arrendar todas as habitações no país vizinho: 18.700 milhões de euros por mês. Desconhece-se, ainda assim, a quantas habitações se referem estes números.

4,1 biliões de euros. É este o preço para comprar todas as casas existentes em Espanha. É três vezes mais do que o PIB espanhol (1,24 biliões em 2019, devendo ser mais baixo em 2020 devido à pandemia) e apenas três países no mundo têm um PIB superior ao valor necessário para esta compra multimilionária — Estados Unidos, China e Japão, diz o jornal espanhol.

Numa análise mais fina por regiões, o estudo do Idealista mostra que a Catalunha (Barcelona) é a zona cujo parque habitacional tem o custo mais elevado: 791 mil milhões de euros, à frente de Madrid com 719 mil milhões de euros. Atrás aparecem as regiões da Andaluzia (619 mil milhões) e Valência (419 mil milhões). Nas ilhas, por exemplo, comprar todas as casas nas Baleares custaria 173 mil milhões e nas Canárias 160 mil milhões.

Se analisarmos por cidades, Madrid aparece no topo com um custo de 430 mil milhões de euros, à frente de Barcelona (250 mil milhões). Valência aparece imediatamente atrás (72 mil milhões), assim como Sevilha (58 mil milhões).

18.700 milhões de euros por mês de renda

Comprar costuma ser uma melhor opção do que arrendar casa mas, para quem não tivesse 4,1 biliões de euros prontos a investir, poderia sempre desembolsar menos, através do arrendamento. O mesmo estudo do Idealista concluiu que para arrendar todas as casas existentes em Espanha seriam precisos 18.700 milhões de euros por mês.

Numa análise por regiões, a Catalunha volta a estar no topo ao ter as casas mais caras: seriam precisos 3.500 milhões de euros por mês, face aos 3.000 milhões que seriam precisos para Madrid. Contudo, por cidades, o destaque vai para Madrid. Arrendar todas as casas existentes na cidade espanhola custaria cerca de 1.740 milhões de euros por mês, quase o dobro do que custaria arrendar toda a cidade de Barcelona (979 milhões).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Comprar todas as casas em Espanha custaria 4,1 biliões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião