Ministério da Educação manda escolas preparar aulas online

  • ECO
  • 25 Janeiro 2021

“Tendo as escolas, na preparação do ano letivo, previsto o funcionamento em regime não presencial, este deve estar preparado para poder ser ativado”, lê-se no email enviado aos diretores das escolas.

A pandemia continua a aumentar e o regresso às aulas presenciais após duas semanas de férias parece cada vez menos possível. Nesse sentido, o Ministério da Educação já deu indicações às escolas para prepararem o ensino online, avança o Correio da Manhã (acesso pago), citando um email enviado aos diretores das instituições de ensino.

“Tendo as escolas, na preparação do ano letivo, previsto o funcionamento em regime não presencial, este deve estar preparado para poder ser ativado”, lê-se no email enviado na quinta-feira, dia em que o Governo anunciou que as aulas paravam por duas semanas.

O email, assinado pelo diretor-geral dos Estabelecimentos Escolares, contém “instruções e recomendações” aos diretores, nomeadamente o facto de as escolas voltarem a ter acesso a plataformas de editoras e outros recursos oferecidos no ano letivo passado para apoiar a implementação do ensino à distância.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Ministério da Educação manda escolas preparar aulas online

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião