Dados económicos injetam otimismo e S&P 500 renova máximo

Os principais índices norte-americanos valorizaram mais de 1% esta quinta-feira, beneficiando do otimismo à volta de novos dados económicos e dos resultados das cotadas relativos ao quarto trimestre.

Os dados económicos positivos nos EUA e a expectativa relacionada com o pacote de estímulos de Joe Biden manteve o otimismo dos investidores na sessão desta quinta-feira. Wall Street seguiu em alta pela quarta sessão consecutiva, no caso do Dow Jones e do S&P 500.

O Dow Jones subiu 1,08% para os 31.056,19 pontos, o Nasdaq valorizou 1,23% para os 13.777,74 pontos — após uma ligeira queda na sessão desta quarta-feira — e o S&P 500 avançou 1,09% para os 3.871,74 pontos, atingindo um novo recorde. Esta recuperação de quatro sessões consecutivas acontece após a forte queda da semana passada provocada pela alta volatilidade cujo índice, entretanto, caiu a pique ao registar a maior queda de sempre em três dias.

“Há novidades quanto às vacinas, os dados económicos são um pouco melhores, os lucros têm sido bastante bons em todos os setores e há a conversa sobre o pacote de estímulos de 1,9 biliões de dólares. Todas estas coisas são boas para Wall Street e essa é a razão pela qual o mercado continua a valorizar“, explicou o analista Paul Nolte, da Kingsview Investment Management, à Reuters.

O departamento norte-americano do Trabalho revelou esta quinta-feira que houve 779 mil novos pedidos de subsídio de desemprego na semana passada, abaixo das estimativas dos analistas e o valor mais baixo em dois meses, de acordo com a CNBC. Os números da semana anterior foram revistos em baixa. Esta quarta-feira os dados do emprego também deram ânimo aos mercados com a criação de 174 mil postos de trabalho em janeiro, acima dos 50 mil estimados pelos analistas.

Porém, o foco dos investidores continua, além dos resultados das cotadas, no pacote de estímulos de 1,9 biliões de dólares. O presidente Joe Biden pediu aos democratas para “agirem rapidamente”, mas também sinalizou flexibilidade. Biden indicou que poderá limitar os pagamentos diretos de 1.400 dólares aos norte-americanos com níveis de rendimento mais baixos, o que poderá ajudar a ter o apoio de alguns republicanos.

Quanto aos resultados das cotadas, os dados da Refinitiv, citados pela Reuters, mostram que as cotadas norte-americanas estão perto de registar um crescimento dos lucros no quarto trimestre de 2020, bem acima das expectativas dos analistas de que os lucros fossem descer 10% por causa da crise pandémica.

Entre as cotadas, um dos destaques da sessão foi a Apple que subiu mais de 2% após a notícia de que a gigante tecnológica está a finalizar um acordo com a Hyundai-Kia para construir um veículo elétrico e autónomo com a chancela da Apple. O PayPal e o eBay valorizaram mais de 7% e de 5%, respetivamente, após os seus resultados terem superado as expectativas, e as ações da Qualcomm desceram quase 9% depois de ter revelado problemas nos fornecedores.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Dados económicos injetam otimismo e S&P 500 renova máximo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião