Atlantia põe à venda participação na dona da ponte 25 de Abril e da Vasco da Gama

  • ECO
  • 5 Fevereiro 2021

Mota-Engil e Vinci detêm mais de 40%, cada, da concessionária das pontes Vasco da Gama e 25 de abril e poderão estar interessadas em adquirir os 17% detidos pelos italianos da Atlantia.

A Atlantia, dona da Abertis, colocou à venda a sua participação na Lusoponte, a concessionária que explora as duas travessias rodoviárias sobre o rio Tejo em Lisboa, a ponte Vasco da Gama e a ponte 25 de Abril, avança o jornal espanhol El Economista (acesso livre/conteúdo em espanhol).

O grupo italiano detém uma posição minoritária, sendo por isso expectável que o negócio capte maior interesse junto de fundos de infraestruturas e de pensões ou mesmo dos sócios da empresa italiana na Lusoponte, a Mota-Engil e a francesa Vinci, que podem reforçar as suas posições exercendo os direitos de preferência.

A Atlantia detém uma posição de 17,21% através da filial Autostrade. Por seu turno, a Mota-Engil e a Vinci têm, 41,81% e 40,98% do capital da Lusoponte, respetivamente.

Estas duas últimas empresas reforçaram a sua posição na Lusoponte em 2018, quando adquiriram à Teixeira Duarte uma participação de 7,5% por 23,3 milhões de euros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Atlantia põe à venda participação na dona da ponte 25 de Abril e da Vasco da Gama

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião