Caixa com 67.070 créditos em moratória no final de janeiro

Número de moratórias no final de janeiro representa uma redução face ao total registado em julho. São menos 11 mil.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) chegou ao final de janeiro com um total de 67.070 contratos de crédito com moratórias, o que representa uma redução face ao registado em julho, mas menor que a observada no final de outubro.

No final de outubro, a CGD tinha 62.387 contratos de crédito com moratórias, abrangendo um total de 5.651 milhões de euros. Este número representou uma redução de 15 mil face ao final de junho, sendo que agora o total é maior.

As contas apresentadas pela CGD revelam que existiam, no final de janeiro, já depois da reabertura da adesão às moratórias, havia 67.070 créditos que beneficiavam desta medida que permite adiar o pagamento de capital e juros. Só em janeiro, de acordo com Paulo Macedo, foram registados pedidos de adesão de 775 particulares (no valor de 75 milhões) e 75 de empresas (correspondente a 23 milhões de euros).

Este total de créditos representa uma redução de 11.114 face a julho, segundo a CGD, representando um montante de 990 milhões de euros que voltaram a ser pagos pelos clientes. No total, atualmente, há 5.992 milhões de euros em créditos com moratória.

Legenda: Distribuição das moratórias por risco, sendo o Stage 1 sem risco e Stage 3 com risco | Fonte: CGD

José de Brito, CFO da CGD, salienta que “perto de 70% do crédito em moratória não apresenta quaisquer problemas. 23,7% tem algum risco”, sendo que o restante está em risco. “60% do crédito em moratória tem hipotecas reais associadas”, salienta na apresentação das contas, sublinhando que a “generalidade ao abrigo da moratória legal”. Ou seja, a maturidade será em setembro de 2021.

Menos famílias com moratórias

O total de moratórias da CGD recuperou ligeiramente face a outubro, sinal de que houve novos pedidos em janeiro, mas continua aquém do registado até julho. Segundo dados do banco, a redução de 11.114 moratórias traduz uma forte redução no caso das moratórias pedidas pelas famílias, que encolheu em 8.044.

Considerando as empresas, há agora menos 3.070 operações, mas no que respeita ao valor associado às moratórias que deixaram de estar ativas assiste-se a uma quase divisão entre empresas e famílias. São -573 milhões de euros nas empresas e -417 milhões no caso das empresas.

(Notícia atualizada às 19h07 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Caixa com 67.070 créditos em moratória no final de janeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião