Oito em cada dez vacinas recebidas por Portugal já foram administradas

Desde o arranque da vacinação contra a Covid-19 e até domingo, recebeu 651.900 doses de vacinas, das quais 532.273 já foram administradas. Isto significa que 81,65% das vacinas já foram administradas.

À semelhança da maioria dos países europeus, Portugal começou a campanha de vacinação contra o novo coronavírus a 27 de dezembro, sendo que deste então e até ao dia 14 de fevereiro, o o país recebeu 651.900 doses de vacinas, das quais 532.273 já foram administradas, incluindo primeiras e segundas doses, segundo o relatório de vacinação revelado na terça-feira pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Isto significa que 81,65% das vacinas recebidas já foram administradas.

Em janeiro, tanto a Pfizer como a AstraZeneca comunicaram à União Europeia atrasos com a produção de vacinas, o que levou vários países europeus a adiarem a segunda toma da vacina e a colocar em causa as metas estipuladas por Bruxelas para alcançar a imunização da população. A União Europeia prevê vacinar 80% dos idosos e profissionais de saúde até março e 70% dos adultos até ao verão. Para colmatar estes atrasos, a instituição liderada por Ursula Von der Leyen aprovou um mecanismo de autorização de exportação de vacinas para a Covid-19, com o objetivo de garantir de transparência do processo e as doses suficiente para os cidadãos.

Face a estes atrasos, a ministra da Saúde adiantou no início desta semana que Portugal estima receber 2,5 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 até ao final do primeiro trimestre, em vez dos 4,4 milhões de doses previstos inicialmente. “Não está totalmente confirmado e vai sendo confirmado semana a semana com os dados das empresas”, assinalou a ministra da Saúde, sublinhando que “há uma aproximação” daquilo que era o plano estabelecido pelas entidades contratadas, mas que pode ser revisto.

Também na semana passada, o primeiro-ministro havia alertado que a capacidade de vacinação caiu para metade, devido a atrasos na produção de vacinas. “Há uma redução muito significativa do número de vacinas de que vamos dispor neste primeiro trimestre, relativamente àquilo que tinha sido inicialmente contratado pela UE”, avisou, sublinhando que o ritmo mais lento se deve aos atrasos das farmacêuticas, mas a “nenhum atraso nacional”, o que comprova a elevada taxa de vacinação em função das doses disponíveis.

Faixa etária dos 24 aos 49 anos lidera vacinação

Do total de doses administradas em Portugal, 332.762 dizem respeito a primeiras doses, o que o que representa 3% da população portuguesa do continente, ao passo que 199.511 portugueses já tem a vacinação completa (2% da população).

O documento divulgado pela DGS apresenta a cobertura da vacinação por faixa etária. Nesse sentido, é possível constatar que é na faixa etária dos 24 aos 49 anos em que mais pessoas foram vacinadas: 131.874 pessoas têm a primeira dose (4% da população nesta faixa etária) e 84.231 (3%) tomaram já as duas doses.

Relatório de vacinação contra a Covid-19 por grupo etário entre 27 de dezembro de 2020 e 14 de fevereiro de 2021Fonte: Direção-Geral da Saúde (DGS)

Ainda assim, em temos percentuais, a maior cobertura vacinal diz respeito à faixa etária dos 80 ou mais anos, com 79.774 pessoas a receberem a primeira dose (12%) e 42.991 com a vacinação completa (7%).

Numa análise mais fina é possível constatar que 189.534 pessoas com mais de 50 anos (incluindo os idosos com 80 ou mais anos) receberam a primeira toma da vacina e 108.888 já têm as duas doses da vacina. Contas feitas, do total de pessoas que já têm a vacinação completa, mais de metade (54,58%) estão incluídos nestes grupos.

De sublinhar que numa fase inicial começaram a ser vacinados os profissionais de saúde que estão na linha da frente no combate à pandemia, seguiram-se os profissionais e residentes e lares, Neste momento, esta fase prioritária contempla já profissionais de serviços essenciais –, como Forças Armadas, de segurança e bombeiros –, idosos com 80 ou mais anos, pessoas entre os 50 e os 79 anos com patologias graves (insuficiência cardíaca, doença coronária, insuficiência renal e doença respiratória crónica) e alguns titulares de órgãos de soberania.

Quase terço das doses administradas foram no Norte

Em termos regionais, o Norte é a região com mais doses administradas: foram inoculadas 171.789 pessoas nesta região, desde o arranque da vacinação, sendo que 3% dizem respeito a primeiras doses e 2% da população já tem a vacinação completa. Isto significa que das 532.273 doses administradas em território Continental,cerca de 32,3% foram administradas nesta região.

Esta região é seguida de perto pela região de Lisboa e Vale do Tejo que contabiliza já 168.196 doses administradas, sendo que esta foi a região com mais doses administradas na semana passada: 40.423 doses.

Não obstante, em termos percentuais, é no Alentejo que se verifica a maior cobertura vacinal, com 6% da população a já ter sido inoculada com a primeira toma e 4% com a vacinação completa. Nesta região já foram administradas 43.951 vacinas.

(Notícia corrigida às 15h35 com a quantidade de doses administradas)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Oito em cada dez vacinas recebidas por Portugal já foram administradas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião