Programa Apoiar com 560 milhões de euros aprovados e 440 milhões pagos

  • Lusa e ECO
  • 24 Fevereiro 2021

Estão aprovados apoios na ordem dos 560 milhões de euros, dos quais 440 milhões já foram transferidos para os beneficiários ao abrigo do programa Apoiar.pt, revelou o ministro Nelson de Souza na AR.

O ministro do Planeamento indicou em Lisboa que, no âmbito do programa Apoiar, destinado aos setores mais afetados pela pandemia, já foram aprovados apoios na ordem dos 560 milhões de euros, 440 milhões de euros dos quais pagos.

“Estão aprovados apoios na ordem dos 560 milhões de euros. Deste valor, 440 milhões de euros já foram transferidos para os beneficiários”, avançou Nelson de Souza, em resposta aos deputados, na comissão parlamentar de Economia.

Lançado em 2020, o programa Apoiar.pt atribui subsídios a fundo perdido às empresas com quebras de faturação decorrentes das medidas de mitigação do risco de contágio pela Covid-19.

Graças à criação de programas como este, o número de beneficiários do Portugal 2020 duplicou durante o ano passado. “Tínhamos 50 mil beneficiários pré-pandemia, neste momento temos perto de cem mil por causa de alargar este tipo de sistemas”, sublinhou Nelson Souza, sublinhando, assim, a “capacidade das equipas envolvidas” e rejeitando as críticas de que o “sistema não é profissional” ou “não desenvolve a sua atividade de acordo com as necessidades”.

A pandemia já provocou, pelo menos, 2.474.437 mortos no mundo, resultantes de mais de 111 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela AFP. Em Portugal, morreram 16.086 pessoas dos 799.106 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

(Artigo atualizado com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Programa Apoiar com 560 milhões de euros aprovados e 440 milhões pagos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião