Emissões de carbono estão de volta aos níveis pré-confinamento, avisa AIE

  • Capital Verde
  • 2 Março 2021

A recuperação da atividade no segundo semestre de 2020 e a “falta de políticas de energia limpa” fizeram com que as emissões aumentassem mais 2% em dezembro de 2020, em termos homólogos.

De acordo com a Agência Internacional de Energia, as emissões globais de gases poluentes relacionadas com a produção e consumo de energia foram mais elevadas em dezembro de 2020 do que no mesmo mês de 2019, o que mostra que a poluição já voltou aos níveis pré-confinamentos por causa da pandemia de Covid-19.

Na opinião de Fatih Birol, diretor executivo da AIE, “esta descoberta deve servir como um alerta severo para os legisladores de todo o mundo.

As análises da Agência Internacional de Energia mostram que a pandemia resultou na maior queda absoluta nas emissões anuais globais de CO2 relacionadas com a produção e consumo de energia em 2020, quando as economias mundiais ficaram paralisadas.

No ano passado, as emissões globais totais de CO2 atribuíveis ao setor da energia foram cerca de 6% mais baixas do que em 2019, ou seja, quase menos 2 mil milhões de toneladas, de um total de cerca de 32 mil milhões de toneladas. No total, as emissões totais de gases poluentes com efeito estufa são estimadas em cerca de 50 mil milhões de toneladas.

No entanto, a recuperação da atividade no segundo semestre de 2020 e a “falta de políticas de energia limpa” fizeram com que as emissões aumentassem mais 2% em termos homólogos, em dezembro. “Na ausência de mudanças políticas importantes e imediatas nas maiores economias do mundo, as emissões globais continuarão a aumentar. Os governos devem colocar as políticas de energia limpa no centro dos seus pacotes de recuperação ou arriscam uma recuperação substancial das emissões em 2021, disse Fatih Birol.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Emissões de carbono estão de volta aos níveis pré-confinamento, avisa AIE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião