Ambiente

Em 2019, a pegada carbónica da Fórmula 1 foi de 256,551 toneladas de CO2. No entanto, deste total apenas 0,7% dizem respeito aos motores híbridos dos monolugares e ao combustível consumido.

Inês Sousa Real, líder parlamentar do PAN, em entrevista ao ECO - 28SET20

Partido alertou para "criação de uma nova borla fiscal à indústria, que ao invés de pagar o ISP a 100% já no próximo ano vai ter um prémio fiscal por continuar a usar combustíveis fósseis até 2025".