CDS critica Plano de Recuperação e Resiliência e pede votação na Assembleia da República

Francisco Rodrigues dos Santos critica o facto de a "maioria dos fundos" ser "aplicada em investimento público", incitando a uma "revisão" deste programa.

O CDS-PP considera que as prioridades que constam no Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) desenhado pelo Governo nacional não estão alinhadas com as necessidades atuais do país. Numa nota enviada à comunicação social esta quarta-feira, o partido convida António Costa a levar o programa à Assembleia da República, para que possa ser discutido e votado.

Na nota, assinada por Francisco Rodrigues dos Santos, é referido que o “Governo optou por verter no Plano uma linha de prioridades determinadas antes da crise”, retomando “algumas políticas que já antes eram erradas” e ignorando “os concretos problemas que os portugueses enfrentam” e a “situação premente do país”.

Mais concretamente, o líder do partido critica o facto de a “maioria dos fundos” ser “aplicada em investimento público” que de pouco servem para as “famílias ou empresas”, as quais classifica como sendo “as verdadeiras vítimas da catástrofe pandémica”.

O CDS destaca ainda que para “responder aos problemas estruturais que o próprio PRR identifica”, nomeadamente “o défice de competitividade da economia portuguesa, o défice de qualificações dos portugueses a as desigualdades sociais e territoriais do país”, deveria ser a verdadeira função deste programa, algo que o partido considera não estar a acontecer.

Por todas estas razões, Francisco Rodrigues dos Santos “incita o primeiro-ministro a submeter o Plano à discussão e votação da Assembleia da República“, para que possa existir uma “discussão séria e alargada sobre os investimentos prioritários na economia portuguesa”. Neste âmbito, as posições dos “parceiros sociais” e dos “partidos políticos” também deverão ser tidas em conta.

O CDS, nesta mesma nota, refere ainda que se propõe a ouvir “as instituições representativas dos principais setores económicos” e a promover “a revisão” do PRR “quer junto da Comissão Europeia, quer junto do Partido Popular Europeu (PPE)”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CDS critica Plano de Recuperação e Resiliência e pede votação na Assembleia da República

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião