Groundforce vai pagar 500 euros a cada trabalhador

  • ECO
  • 5 Março 2021

Os trabalhadores da Groundforce vão receber até 75% da remuneração líquida num máximo de 500 euros.

A Groundforce vai avançar com o pagamento dos salários até um máximo de 500 euros por pessoa, segundo anunciou o CEO, Paulo Neto Leite, em declarações ao Expresso (acesso livre). O pagamento será feito até ao final desta sexta-feira.

Os trabalhadores da Groundforce vão receber até 75% da remuneração líquida num máximo de 500 euros. A informação foi confirmada pelo acionista maioritário Alfredo Casimiro, à TSF. “Recebemos hoje dinheiro da Segurança Social dos lay-offs que vai ser de imediato entregue e com mais alguns recebimentos conseguimos pagar 500 euros a cada pessoa“, disse.

Em conferência de imprensa, esta quinta-feira à noite, o ministro das Infraestruturas Pedro Nuno Santos disse também que a Groundforce tem cerca de 1,4 milhões de euros em caixa. Este montante é menos de metade dos três milhões de euros que a Groundforce precisa para pagar salários de fevereiro que já estão em atraso, segundo Casimiro.

O empresário, que é também presidente do Conselho de Administração da empresa, está a negociar com o Governo os termos de um adiantamento de faturas referentes a serviços a prestar à TAP. As duas partes estão reunidas desde as 16h, após um encontro esta manhã sobre o qual os dois têm versões completamente contraditórias.

Tentam assim novamente desbloquear o montante, que servirá como balão de oxigénio enquanto não está fechado um empréstimo bancário na ordem dos 30 milhões de euros. Face ao impacto da pandemia, a Groundforce — que é detida em 50,1% pela Pasogal de Casimiro e em 49,9% pela TAP — tinha pedido em julho uma garantia pública para um empréstimo de 30 milhões de euros, mas nunca chegou a receber esse aval.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Groundforce vai pagar 500 euros a cada trabalhador

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião