Pandemia pode fazer recuar “progressos arduamente conquistados” na igualdade de género, diz Lagarde

  • ECO
  • 8 Março 2021

Lagarde aponta que a pandemia “está a afetar as mulheres de modo particularmente forte” e alerta que as circunstâncias atuais podem fazer recuar os progressos em termos da igualdade de género.

No dia Internacional da Mulher, Christine Lagarde aponta que o impacto económico e social da pandemia “está a afetar as mulheres de modo particularmente forte” e alerta que as “presentes circunstâncias” podem fazer recuar os “progressos arduamente conquistados” em termos da igualdade de género, assinala numa coluna de opinião no Diário de Notícias (acesso pago).

“Um número desproporcionado de mulheres trabalha nos setores mais atingidos pelo vírus, sendo também maior a probabilidade de terem um trabalho informal fora do âmbito dos programas de apoio estatal”, assinala a presidente do Banco Central Europeu. Nesse sentido, Lagarde sublinha que as circunstâncias atuais “têm o preocupante potencial para fazer recuar os progressos arduamente conquistados em termos de igualdade entre mulheres e homens“. “Não podemos deixar que isso aconteça“, apela.

Não obstante, Lagarde sublinha: as crises “levam-nos a redefinir alguns dos nossos valores”. Pelo que afirma que é importante “desafiar velhos padrões e adotar novos”, bem como “desafiar o papel das mulheres em casa, no trabalho e na sociedade”. “Uma maior participação das mulheres no trabalho — apoiada por serviços públicos de acolhimento de crianças adequados e regimes de trabalho flexíveis para mulheres e homens — seria um enorme avanço no sentido da eliminação da disparidade salarial entre géneros”, sinaliza.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pandemia pode fazer recuar “progressos arduamente conquistados” na igualdade de género, diz Lagarde

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião