Tecnológicas desvalorizam em sessão mista em Wall Street

A sessão foi de perdas para as tecnológicas. E o S&P 500 também terminou a sessão abaixo da linha de água. Já o industrial Dow Jones conseguiu escapar ao vermelho, tendo valorizado quase 1%.

A sessão desta segunda-feira foi sinónima de ganhos para o industrial Dow Jones, com os investidores de olhos postos no novo pacote de estímulos proposto pela administração de Joe Biden. Por outro lado, o S&P 500 e o Nasdaq fecharam as negociações abaixo da linha de água.

Na primeira sessão da semana, o índice de referência em Wall Street, o S&P 500, desvalorizou 0,54% para 3.821,22 pontos. Também no vermelho, o tecnológico Nasdaq recuou 2,41% para 12.609,16 pontos. A contrariar, o industrial Dow Jones avançou 0,97% para 31.801.91 pontos.

Os investidores estiveram focados, nesta sessão, nos novos estímulos de 1,9 biliões de dólares propostos pela administração de Joe Biden, que foram recentemente aprovados pelo Senado dos Estados Unidos. O pacote tem agora de passar por mais uma votação (que deverá acontecer ainda esta semana) para chegar, oficialmente, aos cidadãos norte-americanos. Joe Biden já disse esperar que a passagem pela Câmara dos Representantes seja célere, para que possa conceder o quanto antes pagamentos diretos de 1.400 dólares aos norte-americanos.

A festejar esses estímulos, o Dow Jones valorizou, na sessão desta segunda-feira, puxado pelas cotadas que mais beneficiarão da recuperação da economia resultante desses estímulos. Já o S&P 500 e o Nasdaq recuaram face à preocupação em torno da possibilidade desse pacote provocar um disparo na inflação. Isto numa sessão em que também os juros das obrigações do Tesouro dos Estados Unidos quase atingiram máximos de um ano.

Os títulos da Apple recuaram 4,17% para 116,36 dólares, os da Alphabet caíram 4% para 2.024,17 dólares e os do Facebook perderam 3,39% para 255,31 dólares. Também no vermelho, as ações da Tesla deslizaram 5,84% para 563 dólares, constituindo um dos piores desempenhos do dia. As cotadas do setor da tecnologia são particularmente sensíveis às variações dos juros, daí a tendência negativa registada esta segunda-feira. Além disso, os investidores estão a sinalizar que consideram que, com o alívio de restrições à circulação, grande parte destas empresas tem menos força para crescer, no curso deste ano.

Na sessão desta segunda-feira, destaque também para os títulos da Walt Disney, que avançaram 6,33% para 201,91 dólares, depois das autoridades californianas terem dado “luz verde” à reabertura dos parques de diversões, no início de abril.

E as ações da GameStop Corp dispararam 41,92% para 94,50 dólares, depois de a empresa ter anunciado a contratação de Ryan Cohen para liderar a transição para o negócio do comércio eletrónico.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Tecnológicas desvalorizam em sessão mista em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião