News Corp e Facebook chegam a acordo para pagamento de notícias pela rede social

  • Lusa
  • 16 Março 2021

O anúncio do acordo surgiu três semanas depois das novas leis terem sido aprovadas pelo parlamento australiano, obrigando os conglomerados digitais a cobrir os custos do jornalismo.

A News Corp e a Facebook anunciaram que chegaram a acordo quanto ao pagamento pela partilha de notícias na rede social, depois de o governo ter aprovado leis que obrigam os conglomerados digitais a cobrir os custos do jornalismo.

O anúncio surgiu três semanas depois das novas leis terem sido aprovadas pelo parlamento australiano.

O grupo empresarial da comunicação social, baseado em Nova Iorque, com operações nos EUA, Reino Unido e Austrália, anunciou que tinha chegado a um acordo plurianual com a Facbook, que cobre os seus principais títulos australianos, bem como outros, regionais.

O acordo de pagamento segue-se a um similar realizado com a Google no mês passado.

A Sky News Australia, uma subsidiária da News Corp Australia, também alcançou um novo acordo, que prolonga e desenvolve o que já existia com o Facebook, segundo um comunicado da News Corp.

O acordo segue-se ao alcançado em 2019, mediante o qual as publicações da News Corp U.S. recebem pagamentos pelo acesso a notícias através da Facebook News.

“O acordo com o Facebook é um marco, em termos de transformação dos termos de troca para o jornalismo, ao ir ter um impacto significativo e material no nosso negócio de notícias australiano”, disse o presidente executivo da News Corp, Robert Thomson.

O chefe do Facebook News Partnerships na Austrália e Nova Zelândia, Andrew Hunter, disse que os acordos com a News Corp Australia e a Sky News Australia “significam que mais pessoas na Facebook vão ganhar acesso a artigos noticiosos e vídeos da rede noticiosa nacional, metropolitana, rural e suburbana da News Corp”.

Thomson agradeceu ao governo australiano por ter “tomado a posição dos editores” através das suas leis que poderiam forçar a Facebook e a Google a pagar pelo acesso a conteúdos noticiosos nas suas plataformas, se os dois conglomerados digitais não tivessem chegado a acordos justos.

A News Corp, cujo principal acionista é Rupert Murdoch, aora tem acordos estabelecidos com Facebook, Google e Apple para lhes dar acesso a produtos jornalísticos.

A Google foi mais rápida do que o Facebook a chegar a acordos com os grupos noticiosos australianos.

A Seven West Media era a única organização noticiosa relevante a ter anunciado um acordo de pagamento com a Facebook.

Um dia depois de a lei ter sido aprovada no parlamento australiano, a Facebook tinha anunciado acordos de pagamento com as organizações noticiosas independentes Private Media, Schwartz Media e Solstice Media.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

News Corp e Facebook chegam a acordo para pagamento de notícias pela rede social

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião