Hoje nas notícias: Testes rápidos, subsídio de risco e Chega bate BE

  • ECO
  • 17 Março 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Os profissionais de saúde continuam sem receber o subsídio extraordinário de risco prometido pelo Governo. Também os supermercados com parafarmácia vão começar a vender os chamados testes rápidos à Covid-19, enquanto a elevada procura nas farmácias já está a criar listas de espera. O Chega ultrapassa o Bloco de Esquerda pela segunda vez nas intenções de voto para as próximas legislativas e sobe a terceira força partidária com 9% das intenções de voto, segundo uma sondagem.

Profissionais de saúde continuam sem subsídio de risco

O Governo prometeu começar a pagar o subsídio extraordinário de risco a partir de fevereiro, mas os profissionais de saúde ainda não receberam o “prémio” por estarem na linha da frente no combate à pandemia e também não o vão receber no final deste mês. A questão está bloqueada nos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde, que têm de criar códigos que permitem aos recursos humanos de cada entidade do SNS processar este subsídio juntamente com os salários. Leia a notícia completa no Público (acesso pago)

Supermercados com parafarmácia vão vender testes rápidos à Covid-19

Também os supermercados com parafarmácia vão começar a vender os chamados testes rápidos à Covid-19, depois de o Governo ter aprovado a medida que permite às farmácias e parafarmácias venderem testes. Ao i, o Pingo Doce confirmou que está a está a trabalhar para que os que testes sejam vendidos nos espaços Bem-Estar das lojas Pingo Doce “com a maior brevidade possível”. As empresas tal como as farmácias estão à espera que o Infarmed, INSA e DGS definam os critérios que regulam a medida. Ao mesmo tempo, a BioJam, um dos fornecedores destes testes, assegura que a empresa tem capacidade para fornecer embalagens com 20 testes, mas os kits individuais só estarão disponíveis dentro de duas a três semanas. Leia a notícia completa no jornal I (acesso livre)

Farmácias já têm listas de espera para autotestes

Os autotestes à Covid-19, os chamados testes rápidos de antigénio, estão a ter tanta procura que as farmácias já têm listas de encomendas para quando for possível a sua venda. A portaria do Ministério da Saúde, que possibilita a utilização destes testes rápidos entrou em vigor no sábado, mas falta uma circular das autoridades de saúde a definir os critérios necessários para a sua comercialização, que deverá ser conhecida na sexta-feira. Leia a notícia no Jornal de Notícias (acesso pago)

Chega bate Bloco e PSD mais longe do PS

O Chega ultrapassa o BE, pela segunda vez, nas intenções de voto para as próximas legislativas e sobe a terceira força partidária com 9% das intenções de voto, segundo o barómetro de março da Intercampus para o Correio da Manhã e Jornal de Negócios. O PS continua confortavelmente na liderança com 37,6% das intenções de voto. Contrariamente aos sociais-democratas que recuam e voltam ao patamar de janeiro (23,6%). Os bloquistas voltam a recuar para os 7,3%, passando a quarta força política nas intenções de voto, atrás do Chega. O PAN continua em rota descendente, deslizando agora para 2,5%, nas intenções de voto, enquanto o CDS cai para 2,3%, mantendo-se em último lugar entre os partidos com assento parlamentar. Leia a notícia no Correio da Manhã (acesso pago)

Urbanos propõe pagar em 7 anos dívida de empresa falida

A Urbanos – Distribuição Expresso está em processo de insolvência e o seu acionista, a Urbanos, comprometeu a pagar as dívidas em sete anos. O “plano de liquidação controlada” ainda tem de ser aprovado pelos credores, mas a Urbanos garante que irá pagar integralmente a dívida aos fornecedores, assim como os 240 mil euros aos ex-trabalhadores e os 120 mil euros ao Estado. A Urbanos – Distribuição Expresso é a ex-Tex – Transporte de Encomendas Expresso que foi adquirida à CP em 2009. A empresa é detida integralmente pela Urbanos, que é o acionista maioritário da Groundforce. Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Testes rápidos, subsídio de risco e Chega bate BE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião