Produção automóvel cai 5,7% no mês do confinamento

A produção automóvel portuguesa voltou a encolher. De acordo com dados da ACAP, caiu 5,7%, elevando para mais de 9% a redução face a 2020.

A produção automóvel voltou a encolher. Em fevereiro de 2021, mês marcado pelo novo confinamento por causa da pandemia, foram produzidos em Portugal um total de 28.721 veículos automóveis o que representou uma queda de 5,7% face ao mês homólogo de 2020.

Esta quebra no último mês, foi sentida com maior expressão na produção de veículos ligeiros de passageiro. Foram produzidos 23.391 destes veículos, na sua grande maioria na Volkswagen Autoeuropa. Houve uma quebra de 6,4%, maior do que a de 2,1% nos comerciais ligeiros e a de 5,3% nos pesados.

Recorde-se que no final de janeiro, com o encerramento das escolas, a Autoeuropa teve de interromper parte da produção de automóveis por ter ficado sem alguns trabalhadores que tiveram de ficar com os filhos em casa. Retomou depois a 100%, mas os números da ACAP apontam para uma quebra em fevereiro.

Já este mês, essa quebra deverá ser ainda mais expressiva. A falta de semicondutores “obriga agora a cancelar todos os turnos de produção entre os dias 22 e 28 de março“, disse a Autoeuropa em comunicado. “Esta paragem traduz-se na perda de cerca de 5.700 unidades”, nota a empresa, acrescentando que “a produção deverá ser retomada no turno da noite do dia 29 de março, às 00h00″.

Esta paragem da Autoeuropa deverá acentuar os números negativos da produção automóvel nacional, que no acumulado do ano são já bastante negativos.

“Em termos acumulados nos dois meses de 2021 saíram das fábricas instaladas em Portugal 54.664 veículos, ou seja, menos 9,1% do que em igual período do ano anterior”, diz a ACAP, alertando para o impacto que tal tem na economia portuguesa.

A grande maioria das unidades produzidas em Portugal é para exportar. “A informação estatística relativa ao ano de 2021 confirma a importância que as exportações representam para o setor automóvel já que 97,7% dos veículos fabricados em Portugal, entre janeiro e fevereiro, têm como destino o mercado externo, o que, contribui de forma significativa para a balança comercial portuguesa”.

A Europa continua a ser o mercado líder nas exportações dos veículos fabricados em território nacional, representando 87% do total. Alemanha (15,0%), Itália (14,8%), França (12,9%), Espanha (11,8%) e Reino Unido (8,6%) estão no topo do ranking, refere a ACAP.

(Notícia atualizada às 16h02 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Produção automóvel cai 5,7% no mês do confinamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião