Sonae planta 1 milhão de árvores em homenagem a Belmiro. Floresta vai mitigar emissões de CO2 do grupo

Cláudia Azevedo anunciou o projeto Floresta Sonae, com cerca de um milhão de árvores. A nova floresta é uma homenagem ao pai, Belmiro de Azevedo, e uma forma de compensar as emissões do grupo.

O grupo Sonae está a plantar uma floresta em Mangualde com “cerca de um milhão de árvores”. O projeto, chamado Floresta Sonae, visa compensar as emissões de dióxido de carbono da companhia, mas é também uma homenagem ao gestor Belmiro de Azevedo, antigo líder da Sonae, que morreu em novembro de 2017.

Cláudia Azevedo, presidente executiva da Sonae e filha de Belmiro de Azevedo, anunciou o projeto aos jornalistas durante a apresentação dos resultados do grupo em 2020.

A executiva disse que será “uma das maiores florestas privadas em Portugal e “vai compensar, de alguma forma, as emissões” da frota da Sonae. “Mas é também uma homenagem muito sentida ao meu pai, que sempre lutou pela conservação da floresta portuguesa”, assumiu.

A Floresta Sonae está a ser plantada seguindo “todos os critérios de biodiversidade e anti-incêndios”, mas Cláudia Azevedo assegurou que não será um “novo negócio” do grupo português. “É um investimento para compensar as emissões de CO2. É em Mangualde, toda no mesmo sítio, e tivemos uma preocupação grande em escolher o tipo de árvores”.

Assim, a Sonae decidiu optar por uma “floresta produtiva”. A gestora, que ressalvou que o projeto está a ser desenvolvido pela Sonae Capital, Arauco, Indústria, afirmou que a manutenção da floresta terá um custo anual de 16 milhões de euros, que será “repartido” pelas empresas do grupo.

Questionada sobre se a floresta será plantada de raiz, Cláudia Azevedo esclareceu que sim. E retorquiu: “Já estão [a ser plantadas], acho eu. Mas são um milhão… vai demorar um bocadinho.”

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sonae planta 1 milhão de árvores em homenagem a Belmiro. Floresta vai mitigar emissões de CO2 do grupo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião