CMS em parceria com o Regulatory Genome Project, da Universidade de Cambridge

CMS, a Grant Thornton UK LLP , a Macfarlanes e a Mastercard vão colaborar em iniciativa com o Regulatory Genome Project, na Universidade de Cambridge.

A CMS, a Grant Thornton UK LLP , a Macfarlanes e a Mastercard vão colaborar com o Regulatory Genome Project na Universidade de Cambridge, um novo repositório legível por máquina que permite às empresas compreender facilmente os seus riscos e obrigações globais.

A regulação na era digital é”altamente complexa e globalmente fragmentada”, diz fonte oficial da CMS e com regras “que mudam a um ritmo elevado”. Para abordar esta questão, a CMS, a Grant Thornton UK LLP, a Macfarlanes, e a Mastercard estão a apoiar uma nova iniciativa na Universidade de Cambridge, o Regulatory Genome Project, para criar um repositório inclusivo e facilmente acessível de informação regulatória para a economia digital.

O Genoma Regulatório será uma fonte open-access, legível por máquina, de informação para utilização tanto pelos reguladores como pelas empresas do sector dos serviços financeiros. A iniciativa ajudará os reguladores a criar quadros interoperáveis para refletir as regras globais em constante e célere evolução na indústria dos serviços financeiros, ao mesmo tempo que ajuda as empresas a compreender e a respeitar essas mesmas regras. “E promoverá a compreensão em tempo real de um corpo de leis e requisitos em constante mudança, trazendo ao mesmo tempo clareza e transparência ao sistema financeiro global”, diz a mesma fonte.

“A nossa colaboração com a Universidade de Cambridge irá colocar o poder da tecnologia a funcionar, ajudando os reguladores e organizações de todo o mundo a acompanhar os desenvolvimentos acelerados relacionados com a contínua digitalização dos serviços financeiros”, disse Johan Gerber, vice-presidente executivo da Security & Cyber Innovation na Mastercard.

Para João Leitão Figueiredo, associado coordenador de tecnologia, media e comunicações da CMS, “este compromisso intersectorial sublinha o alcance e ambição deste Projeto global. Sabemos que a vasta quantidade de regulamentação global na economia digital significa que os seres humanos não podem compilar tais repositórios sozinhos, pelo que o Projeto utiliza machine learning e o processamento de linguagem natural para converter texto legível por humanos em código legível por máquina. Isto permite a criação de um corpo abrangente, pesquisável e compreensível de regulamentos que fornecerá informação rápida e relevante sobre os riscos e obrigações de qualquer empresa.”

“O Regulatory Genome Project visa promover a inclusão financeira na economia digital global”, segundo Robert Wardrop, Professor Universitário de Management Practice e Diretor do Centro de Cambridge para as Finanças Alternativas da Universidade de Cambridge – Judge Business School, e fundador do RGP. “Um repositório de regulamentação legível por máquina fornecerá um padrão de facto para o cumprimento da regulamentação por parte das empresas que operam em todo o mundo”. Esperamos anunciar a adesão de muitos outros colaboradores ao projeto nos próximos meses”.

Nascido da investigação na Universidade de Cambridge e atuando em estreita colaboração com a Universidade e outros intervenientes públicos e privados chave, a missão do Regulatory Genome Project é sequenciar a regulação financeira mundial e catalisar a inovação em todo o sector dos serviços financeiros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CMS em parceria com o Regulatory Genome Project, da Universidade de Cambridge

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião