Sócio da CMS acredita que setor energético, financeiro, TMC, imobiliário e banca vão movimentar 2021

Francisco Xavier de Almeida, sócio da CMS Rui Pena & Arnaut, perspetivou quais serão os setores mais movimentados em 2021. Para o advogado haverá um "aumento no segmento dos distressed assets".

O sócio da CMS Rui Pena & Arnaut, Francisco Xavier Almeida, partilhou com a Advocatus as suas perspetivas para o ano de 2021. O advogado acredita que o próximo ano será movimentado particularmente nos setores energéticos, financeiros, imobiliários, TMT e da banca.

Francisco Xavier Almeida perspetiva que o ano de 2021 ficará ainda marcado não só pelas operações de M&A, como também por um “aumento no segmento dos distressed assets” e das operações de reestruturação e reorganização.

Que setores, tendo em conta o contexto atual, podem ter mais movimento em 2021?

Creio que vamos assistir a movimentações nos setores da energia, financeiro, TMC e também imobiliário, que depois de um decréscimo de operações começa a ver sinais de recuperação. Destacaria ainda que outro dos setores que registou recuperação, a banca, vai novamente mexer, sobretudo ao nível das carteiras de NPLs que vão aumentar com o fim das moratórias bancárias.

Alguns investidores estão a aguardar pelas melhores condições de mercado.

Francisco Xavier Almeida

Sócio da CMS Rui Pena & Arnaut

Que tipo de operações podem vir a acontecer?

Para além das operações típicas de M&A esperamos um aumento no segmento dos distressed assets e também das operações de reestruturação e reorganização.

Portugal continua a ser apetecível para os investidores?

Julgo que sim embora também acredite que alguns investidores estão a aguardar pelas melhores condições de mercado levando a que, tal como aconteceu com os NPLs, haja durante algum tempo um “mismatch” de expectativas o que pode atrasar a concretização de transações.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sócio da CMS acredita que setor energético, financeiro, TMC, imobiliário e banca vão movimentar 2021

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião