Reino Unido quer vacinar todos os adultos antes de partilhar vacinas com outros países

  • ECO
  • 30 Março 2021

Secretário de Estado britânico diz querer cooperar com outros países, mas a prioridade é o Reino Unido. Vacinas podem chegar à Irlanda se houver excedentes, o que não acontece agora.

O Reino Unido vai concentrar os seus esforços em vacinar toda a sua população adulta, para depois sim partilhar as vacinas excedentes com outros países, como a vizinha Irlanda, disse esta terça-feira o secretário de Estado dos Negócios britânico, Kwasi Kwarteng.

“Acho que o nosso foco deve ser tentar manter a Grã-Bretanha segura, queremos trabalhar cooperativamente também com outros países, mas a principal prioridade é atingir uma boa campanha de vacinação”, disse Kwarteng à Sky News.

Referindo-se à polémica com a União Europeia, o governante diz estarem a a trabalhar com nações europeias para garantir que as suas populações sejam vacinadas, e que não é uma “situação competitiva”. Mas, questionado se o Reino Unido iria ajudar a Irlanda, respondeu: “se houver doses de vacina em excesso, podemos compartilhá-las, mas não há excedentes no momento, ainda temos um grande número para vacinar”.

Apesar de o país já ter vacinado mais de 30 milhões de habitantes com a primeira dose, sendo um dos mais rápidos do mundo, o governo britânico tem como objetivo administrar a primeira dose em todos os adultos até o final de julho.

O Reino Unido acordou a compra de dezenas de milhões de vacinas de vários fornecedores e na segunda-feira foram anunciados novos planos para o processo de fabricação de até 60 milhões de doses da vacina Novavax para uso no país.

“Hoje temos uma crise em cima de nós e é absolutamente certo que devemos concentrar-nos em tentar lidar com isso no nosso próprio país e manter o nosso povo seguro, para que possamos voltar a uma vida normal”, afirmou Kwarteng.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Reino Unido quer vacinar todos os adultos antes de partilhar vacinas com outros países

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião