Wells, Pingo Doce e Auchan vendem testes rápidos à covid-19. Compare os preços

Na Wells por 6,99 euros compra-se um teste e por 125 euros uma caixa de 25 (5 euros por teste). Pingo Doce vende caixas de 25 (6,79 cada). Auchan vende à unidade (6,99) e caixa de 25 (6,79 por teste).

Tanto a Wells, como o Pingo Doce e a Auchan, vendem os testes rápidos de antigénio fabricados pela SD Biosensor e comercializados em Portugal pela Roche. No caso da marca de saúde e bem-estar, detida pela Sonae, os testes começaram a ser vendidos esta quinta-feira à unidade por 6,99 euros, ou em embalagens de 25 testes a partir da próxima semana por 125 euros (5 euros a unidade). Já o grupo Jerónimo Martins vai vender caixas 25 testes com um preço de 6,79 euros cada teste, sendo que a comercialização arrancou na quarta-feira nas lojas Pingo Doce da região de Lisboa e será alargada às restantes lojas do país a partir de amanhã. Por sua vez, o grupo Auchan começará a vender na próxima semana à unidade por 6,99 euros e caixas de 25 com um preço de 6,79 euros por teste.

A Well’s passa a disponibilizar a partir de amanhã, quinta-feira, nas suas lojas físicas de Norte a Sul do País, testes rápidos de antigénio da Roche Diagnósticos, de forma a antecipar os cuidados de saúde pública e ajudar a implementar as medidas de isolamento para conter a transmissão do vírus em Portugal“, informa a empresa do grupo Sonae, em comunicado.

Em causa está o teste “SARS-CoV-2 Rapid Antigen Test Nasal” produzido pela empresa sul-coreana SD Biosensor Inc e distribuído em Portugal pela suíça Roche. Até ao momento, este é o único teste autorizado pelo Infarmed para uso da população em geral, sendo que o regulador permitiu a sua comercialização a título individual ou em caixas de 25 testes. Ao ECO, a Wells já tinha adiantado que iria disponibilizar estes testes, sendo que a empresa veio agora confirmar que os testes vão custar 6,99 euros.

Entretanto, no final desta quarta-feira a Wells veio também acrescentar que a partir “da próxima semana” vai também disponibilizar “embalagens de 25 unidades de testes pelo valor de 125 euros”. Contas feitas, neste caso cada embalagem vai custar ao consumidor 5 euros.

Ao mesmo tempo, também o grupo Jerónimo Martins adianta que arranca esta terça-feira a venda destes testes, sendo que no caso das parafarmácias das lojas Pingo Doces, os testes vão ser vendidos em caixas de 25 unidades. “O Pingo Doce inicia hoje [quarta-feira] a venda de auto testes à Covid 19 nas suas parafarmácias na região de Lisboa, alargando amanhã às restantes lojas de Norte a Sul do País, num total de 25 parafarmácias Bem Estar”, informa em empresa em comunicado.

Assim, cada teste vai custar “6,79, euros, sendo comercializadas nesta fase inicial caixas de 25 testes”. Segundo as contas do ECO, cada caixa deverá custar 169,75 euros. Se comparamos com o kit de 25 testes da Wells, cada testes rápido do Pingo Doce vai custar mais 1,79 euros ao cliente.

O grupo Jerónimo Martins assinala ainda que “prevê alargar, a partir da próxima semana, a comercialização destes testes a todos os espaços Bem Estar, incluindo os que estão localizados no interior dos supermercados e não apenas as parafarmácias com balcão de atendimento”.

Já esta quinta-feira, também a Auchan anunciou que iria começar a vender estes testes na próxima semana e, tal como na loja detida pela Sonae, o cliente terá a opção de escolher uma só unidade ou uma caixa de 25. “Os testes, da primeira marca autorizada pelo Infarmed, estarão disponíveis em embalagens individuais e caixas de 25 unidades, para já com um preço inicial de 6,99 euros e 6,79 euros por unidade, respetivamente”. A caixa de 25 testes terá o mesmo preço que no Pingo Doce (169,75 euros) e o valor individual será o mesmo que na Wells.

Nas lojas Auchan, os testes só estarão disponíveis nos espaços Saúde e Bem-Estar, mas não poderão ser realizados no local. Em comunicado, o retalhista ressalva que “a realização dos autotestes é da inteira responsabilidade do cliente”, mas as lojas terão “equipas da área de Saúde e Bem-Estar disponíveis e capacitadas, que receberam formação prévia, para apoiar e esclarecer todas as dúvidas dos clientes“.

Estes testes permitem detetar possíveis casos de infeção por Covid-19 através da recolha de uma amostra de fluido das fossas nasais e cuja colheita é feita através de uma zaragatoa (mais pequena do que a utilizada nos testes PCR). Apesar de terem uma sensibilidade inferior aos testes de referência (os PCR), estes testes permitem obter resultados mais rápidos, entre 10 a 30 minutos, pelo que são aconselhados principalmente para rastreio comunitário.

Em comunicado, a Wells lembra ainda as orientações divulgadas pelo Infarmed, em conjunto com o INSA e DGS, referindo que a venda só é “permitida apenas a maiores de 18 anos”. De sublinhar que os indivíduos sintomáticos ou que tiveram contacto com casos confirmados devem contactar a linha SNS24 independentemente do resultado do teste.

Ao mesmo tempo, as autoridades de saúde apontam que em caso de resultado positivo ou inconclusivo os utentes devem ligar para a linha de Saúde 24 ou comunicar o resultado “em formulário eletrónico” que será disponibilizado no site do Governo dedicado à Covid.

Já em caso de resultado negativo devem ser mantidas todas as medidas de proteção, como o uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento físicos, sendo que a DGS aponta que isto não impede em certos casos um teste confirmatório. Além disso, o resultado também deve ser comunicado às autoridades de saúde, por forma a monitorizar a estratégia nacional de testagem.

(Notícia atualizada a 1/04/2021 às 10h24 com informação da Auchan)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wells, Pingo Doce e Auchan vendem testes rápidos à covid-19. Compare os preços

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião