Caixa assume parte da posição de Isabel dos Santos na dona da Nos

  • ECO
  • 7 Abril 2021

Banco diz deter o controlo das ações da Kento na dona da Nos pois é a entidade beneficiária do penhor das ações detidas pelo veículo de Isabel dos Santos na Zopt, que detém mais de 50% da operadora.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) informou a Zopt, a empresa através da qual a Sonaecom (da Sonae) e Isabel dos Santos detêm a maioria do capital da Nos, que assumiu o controlo de parte de posição que a empresária angolana detém indiretamente na operadora, avança o jornal Expresso (acesso pago), citando o relatório e contas da Sonaecom.

“Em janeiro de 2021, a Zopt foi notificada pela CGD, na qualidade de entidade beneficiária do penhor das ações detidas pela Kento na Zopt, referindo estar investida da faculdade de exercer os direitos de voto inerentes às ações, e todos os demais direitos inerentes, e de que a Kento estava privada de exercer tais direitos sem a autorização prévia, expressa e por escrito da CGD”, refere a Sonaecom no documento.

Esta notificação ocorreu em janeiro. Cerca de dois meses depois, em 25 de março, o banco colocou uma ação de execução de 6,2 milhões de euros contra a Kento Holding, o veículo financeiro de Isabel dos Santos que controla 17,35% da Zopt, juntamente com a angolana Unitel (também da empresária e que detém 32,65%) e a Sonaecom.

Por sua vez, a Zopt controla 52,15% da Nos, sendo que a joint-venture entre a Sonae e Isabel dos Santos foi desfeita no ano passado, na sequência da polémica em torno do Luanda Leaks.

A Kento disse ao jornal não ter sido notificada dos arrestos na Zopt. A administração da Zopt considera que a Caixa, não tendo a tutela do valor económico das ações, “como credor pignoratício da Kento, deverá atuar de acordo com as instruções desta, o que significa votar no sentido definido pela Kento”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Caixa assume parte da posição de Isabel dos Santos na dona da Nos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião