Hoje nas notícias: Cheques para aquecer a casa, Efacec e BES

  • ECO
  • 15 Abril 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

Irá o Governo dar “luz verde” à continuidade da reabertura do país? Os portugueses vão descobrir hoje, sendo provável mais um passo no desconfinamento esta segunda-feira, mas com alguns concelhos a terem de esperar mais um pouco. O Executivo deverá ainda aprovar a lista de candidatos finais à compra da Efacec, enquanto a “bazuca” europeia deverá dar “cheques” de 1.300 euros para as famílias mais carenciadas aquecerem as suas casas.

Famílias carenciadas vão receber 1.300 euros para aquecer a casa

Entra hoje em consulta pública a estratégia nacional de combate à pobreza energética, que prevê metas de redução gradual destas dificuldades até 2050. Desde logo, um dos objetivos é o de que este ano sejam atribuídos 56 milhões de euros da “bazuca” europeia às famílias para que tornem as suas habitações mais eficientes, dos quais 26 milhões destinam-se aos agregados mais carenciados. Estes receberão, em média, um vale de 1.300 euros, numa altura em que cerca de 1,2 milhões de famílias gastam mais de 10% do rendimento mensal com energia, apesar de um quarto da população não conseguir aquecer a casa.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago).

Escolas secundárias e universidades devem reabrir na segunda-feira

No dia em que o Conselho de Ministros decide se o país dá mais um passo no desconfinamento, tudo indica que o Governo deverá dar ordem para a reabertura de escolas secundárias na segunda-feira, dia 19. As universidades também, mas têm autonomia para decidir como vão proceder. No geral, a hipótese mais provável é que o Governo dê luz verde a mais uma fase do desconfinamento, mas que atrase a reabertura numa série de concelhos com incidências da Covid-19 mais elevadas.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Depoimento liga Ricardo Salgado e Marcelo

A 31 de janeiro de 2018, Pedro Queiroz Pereira, antigo dono da Semapa, que morreu nesse mesmo ano, fez o seu depoimento no caso BES. Nesse dia, ligou o atual Presidente da República a Ricardo Salgado. Segundo Queiroz Pereira, depois de um atrito entre os dois, Salgado quis recuperar a relação com Marcelo, o que o levou a “comprar” o chefe de Estado, contratando o escritório da namorada. “Se for ao escritório da Dra. Rita Amaral Cabral, verá que mais de metade, 60%, do trabalho era o BES que lho dava”, disse. Marcelo respondeu a esta acusação dizendo-se ser “incomprável”.

Leia a notícia completa na Sábado (acesso pago).

Conselho de Ministros escolhe candidatos finais à compra da Efacec

A mesa do Conselho de Ministros desta quinta-feira não vai ter só o plano de desconfinamento. Também terá as 10 “propostas não vinculativas” para a compra da Efacec, uma lista de candidatos finais que deverá ser aprovada pelos governantes. Entre os nomes dos proponentes estão as empresas portuguesas Sodecia, DST e Oxy Capital, mas também há nomes internacionais, como a egípcia Elsewedy, a alemã Mutares e o fundo norte-americano Oaktree. Em declarações ao Jornal de Negócios, o presidente executivo da empresa, Ângelo Ramalho, assegura que “o processo de reprivatização em curso” não deve “distrair” a empresa “nem condicionar” a sua atividade.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Auditoria do TdC ao Novo Banco quase a ser conhecida

Depois da auditoria da Deloitte, é esperada a auditoria do Tribunal de Contas (TdC) ao Novo Banco, que deverá ser entregue ao Parlamento até ao final de abril. O primeiro relatório já seguiu para contraditório e o prazo para responder aos juízes é sexta-feira. Depois, segue-se a elaboração do relatório, crucial para decidir sobre a nova injeção de capital do Fundo de Resolução no Novo Banco.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Cheques para aquecer a casa, Efacec e BES

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião