5 coisas que vão marcar o dia

No plano económico, o Banco de Portugal vai dar a conhecer como evolui a economia. Esta quinta-feira, o Governo reúne para decidir medidas de desconfinamento.

O Governo reúne, em Conselho de Ministros, para decidir as medidas a aplicar a partir de 19 de abril. No plano económico, o Executivo vai entregar no Parlamento o Programa de Estabilidade 2021-2025, ao mesmo tempo, o Banco de Portugal atualiza o indicador diário de atividade económica. Esta quinta-feira termina o prazo para as operadores apresentarem alterações ao leilão do 5G.

Governo deverá dar “luz verde” à terceira fase do desconfinamento

O Governo reúne esta quinta-feira, em Conselho de Ministros, para decidir se Portugal entra na terceira fase do plano de desconfinamento, numa altura em que o índice de transmissibilidade tem vido a subir e está em 1,06. Nesta reunião, o Executivo vai avaliar a evolução epidemiológica da pandemia em Portugal para decidir as medidas a aplicar a partir de dia 19 de abril. Em linhas gerais, o plano apresentado pelo primeiro-ministro a 11 de abril previa, para esta fase, a retoma das aulas presenciais do ensino secundário, a reabertura de cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos, bem como de todas as lojas e centros comerciais e lojas de cidadão com atendimento presencial por marcação. Além disso, restaurantes, cafés e pastelarias vão poder começar a receber clientes dentro dos estabelecimentos, havendo um limite de quatro pessoas por mesa. No caso das esplanadas, o limite é alargado para seis pessoas.

Programa de Estabilidade é entregue no Parlamento

Também esta quinta-feira, o Executivo vai entregar o Programa de Estabilidade 2021-2025, documento que define a trajetória das contas públicas e da economia para os próximos cinco anos. O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, já adiantou que o défice das contas públicas deste ano deverá ficar entre os 4,5% e 5% do Produto Interno Bruto (PIB), acima da previsão de 4,3% que consta do Orçamento para 2021.

Como vai a economia portuguesa?

A instituição liderada por Mário Centeno vai revelar os dados relativos ao indicador de atividade económica, referentes à semana terminada a 11 de abril. Depois de um salto, a economia portuguesa abrandou no início de abril, período em que o país estava sujeito a restrições para travar convívios na Páscoa.

Termina prazo para operadoras reagirem à mudança do leilão do 5G

As operadoras de telecomunicações têm até esta quinta-feira para apresentarem sugestões a ter em conta na alteração ao regulamento do leilão do 5G. Na semana passada, a Anacom deu início a um procedimento de alteração do regulamento do leilão do 5G, para acelerar o fim da venda das licenças. Entre as mudanças admitidas pelo regulador está o aumento do número diário de rondas de licitação e, “se necessário”, aumentar o valor mínimo que as empresas podem licitar pelas frequências.

Pedro Machado é ouvido no inquérito ao Novo Banco

As audições do inquérito ao Novo Banco continuam. Esta quinta-feira é a vez de Pedro Machado,, ex-diretor adjunto do Departamento de Supervisão Macroprudencial do Banco de Portugal ser ouvido na Assembleia da República, no âmbito da comissão de inquérito ao Novo Banco.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião