Pode ser preciso terceira dose um ano depois da vacinação

  • ECO
  • 16 Abril 2021

É provável que uma dose de reforço da vacina venha a ser necessária cerca de um ano depois de concluída a vacinação e que a imunização venha a ser anual, à semelhança do que acontece com a gripe.

A vacinação contra a Covid-19 pode vir a exigir uma terceira dose um ano após a conclusão da vacinação original, seguida de uma dose anual adaptada às variantes do coronavírus. Um pouco semelhante ao que já acontece com o vírus da gripe.

Ainda não se sabe qual é a duração média da proteção conferida pelas novas vacinas contra a Covid-19. Mesmo assim, os EUA já estão a preparar o futuro, podendo vir a administrar aos cidadãos essa terceira dose de reforço da vacina, entre 9 a 12 meses depois da primeira vacinação (que é composta por duas doses na maioria das vacinas atualmente existentes), noticia a Reuters.

Entretanto, o presidente executivo da Pfizer, Albert Bourla, fez afirmações que também vão nesse sentido, indicando que é “provável” que uma dose de reforço da vacina venha a ser necessária cerca de um ano depois de concluída a vacinação e que esta injeção poderá mesmo ter de ser anual — à semelhança da vacina da gripe. A afirmação foi feita a 1 de abril, mas conhecida apenas na quinta-feira.

Esta teoria é defendida por vários especialistas, devido ao desenvolvimento de variantes. Até agora os dados disponíveis mostram que a vacina da Pfizer, e também da Moderna, dão proteção até pelo menos seis meses.

As autoridades de saúde norte-americanas estão também a seguir de perto as pessoas que foram infetadas depois de já terem tomado a primeira dose da vacina. Entre 77 milhões de pessoas vacinadas no país, registaram-se 5.800 infeções, incluindo 396 pessoas que necessitaram de hospitalização e 74 que morreram, em linha com o que era esperado.

Rochelle Walensky, diretora do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, disse que algumas dessas infeções ocorreram porque a pessoa vacinada não apresentou uma forte resposta imunológica. No entanto, alguns dos casos derivam de infeções com variantes mais contagiosas do SARS-CoV-2.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Pode ser preciso terceira dose um ano depois da vacinação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião