Apple lança porta-chaves AirTags e aposta nas subscrições de podcasts

A Apple introduziu um novo acessório que permite usar a aplicação "Encontrar" do iPhone para localizar as chaves lá de casa. A empresa acaba de lançar também um serviço de subscrição de podcasts.

Depois dos telemóveis, tablets e relógios, a Apple vai apostar agora nos porta-chaves. Chegaram os AirTags, desenhados para que os utilizadores mais distraídos nunca percam as chaves lá de casa. Esta e outras novidades foram anunciadas esta terça-feira no evento de primavera da marca da maçã.

Os AirTags são o mais recente produto da Apple. Estes dispositivos interligam-se com a aplicação “Encontrar” e engana-se se pensa que são simples merchandising. Sempre que perder as chaves, ou outro objeto a que prenda estes acessórios, o iPhone é capaz de o guiar até ao local onde estão.

Os AirTags vão estar disponíveis em Portugal, onde cada um custará 35 euros. Mas pode comprar um pacote de quatro por 119 euros. Segundo a Apple, estes dispositivos foram desenhados para localizar objetos e incluem mecanismos de segurança que evitam que sejam utilizados para seguir pessoas.

Os novos AirTags são personalizáveis e há versões em diferentes cores e materiais, incluindo couro.Apple

A Apple anunciou também que vai remodelar a aplicação Podcasts e lançar um novo serviço de subscrições de podcasts. No passado, com o lançamento do iPod, a marca foi pioneira deste formato e pretende voltar a inovar, face à ameaça da concorrente Spotify, que tem investido significativamente no negócio dos podcasts e continua a ter mais subscritores pagos do que o Apple Music.

As subscrições de podcasts da Apple deverão permitir várias vantagens aos assinantes, como episódios exclusivos, ou o acesso antecipado aos episódios, antes de serem lançados para o público em geral, explicou o presidente executivo, Tim Cook. Haverá também uma nova estrutura de canais, passando a ser possível assinar canais de podcasts.

O Apple Podcasts vai ser remodelado e passará a permitir subscrever canais de podcasts.Apple

Estas eram algumas das novidades já antecipadas para este evento, o primeiro dos três que a marca costuma promover todos os anos. Desta vez, sob o mote “Spring Loaded”, o evento voltou a ser totalmente virtual, gravado e sem presença de público, como tem sido habitual desde a chegada da pandemia.

A empresa continua também a levar o processador M1 para outras linhas de produtos. É o caso dos novos iMacs de 20 polegadas. Em Portugal, os preços começam nos 1.499 euros e vão até 1.949 euros. As pré-encomendas arrancam a 30 de abril e começam a ser entregues na segunda metade do mês de maio.

Os novos iMacs, mais finos e com novas cores. Usam o processador Apple M1.Apple

Para os novos iMacs, a Apple lançou ainda novos teclados. Há uma versão simples, mas mais moderna e com um botão para emojis. Mas a grande novidade é o teclado com um leitor de impressões digitais, trazendo o sistema de autenticação TouchID para o universo dos Macs de secretária.

A empresa desenvolveu também um novo cabo de energia para o iMac, com uma ficha magnética. E tem outro truque: para evitar que fique com muitos cabos acumulados em cima da mesa, nestes Macs, o cabo da internet liga-se ao transformador, feito para ficar no chão. Veja-o na fotogaleria:

O evento de primavera da Apple serviu ainda para apresentar novos iPads Pro, potentes máquinas, também elas equipadas com o processador M1. Uma das versões tem 11 polegadas e a outra, gigante, tem 12,9 polegadas.

Tal como nos iMacs, as pré-encomendas dos novos iPads Pro arrancam a 30 de abril e os tablets só estarão disponíveis para entrega na segunda metade de maio. Em Portugal, os preços começam nos 909 euros para a versão de 11 polegadas e 1.229 euros para a versão mais musculada.

Os novos iPads vêm carregados de tecnologia de ponta, mas a Apple destaca, em particular, a câmara ultra grande angular com enquadramento central. “É perfeita para usar com FaceTime”, anuncia a Apple no seu site. É o esperado para um produto que foi desenhado para o teletrabalho em plena pandemia.

Os novos iPads Pro, com o processador Apple M1.Apple

Por fim, foram ainda lançadas outras atualizações a produtos, incluindo um novo Apple Pencil, uma nova Apple TV 4K com processador A12 Bionic e, no iPhone, uma nova versão lilás.

Além disso, depois de ser criticada por discriminações na atribuição de crédito através do cartão bancário Apple Card, que ainda não está disponível em Portugal, a Apple tomou medidas para permitir que os casais fundam as suas linhas de crédito.

Os novos iPhones 12 em lilás.Apple

iOS 14.5 chega aos iPhones na próxima semana

Os iPhones e iPads elegíveis recebem já na próxima semana uma nova atualização para os seus sistemas operativos, respetivamente, o iOS 14.5 e iPad OS 14.5. Esta nova versão incluirá uma mudança nas definições de privacidade destes dispositivos que exigirá que as aplicações de terceiros peçam autorização aos utilizadores antes de os poderem seguir.

Esta novidade deverá gerar constrangimentos na operação de empresas como o Facebook, que já criticaram publicamente esta decisão da Apple. A imprensa internacional tem noticiado que um grupo de aplicações chinesas tem estado a trabalhar em formas de contornar esta nova definição da fabricante do iPhone.

O iOS 14.5 permitirá ainda que utilizadores do iPhone que tenham um Apple Watch elegível possam desbloquear o telemóvel através do FaceID, mesmo se estiverem a usar máscara de proteção facial contra o coronavírus.

(Notícia atualizada pela última vez às 20h59)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Apple lança porta-chaves AirTags e aposta nas subscrições de podcasts

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião