Fisco já liquidou mais de 350 mil declarações e devolveu 205 milhões de euros

A Autoridade Tributária já liquidou 353.656 declarações de IRS, tendo devolvido 205 milhões de euros a 236.353 contribuintes. O reembolso médio é de 867 euros.

Até esta segunda-feira, a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) recebeu perto de 2,4 milhões de declarações de IRS, tendo 353.656 declarações sido liquidadas, ou seja, as contas já foram feitas da parte do fisco.

Neste momento, 236.353 contribuintes já receberam o seu reembolso de IRS, tendo sido devolvidos 205 milhões de euros no total, o que corresponde a um reembolso médio de 867 euros. Estes números representam uma aceleração face ao último balanço divulgado pela Lusa no dia 15 de abril em que tinham sido efetuados os reembolsos de 54.492 declarações no valor de 51,1 milhões de euros, sendo que nessa altura o reembolso médio era de 990 euros.

Para já, houve 90.084 declarações “nulas”, isto é, que não deram lugar nem a reembolso nem a pagamento de imposto ao fisco.

Já 27.219 contribuintes tiveram mesmo de pagar à AT por terem retido ao longo do ano menos imposto do que o devido pelo seu rendimento, num total de 11 milhões de euros, o que corresponde a um pagamento médio de 404 euros.

Estes números referem-se à campanha do IRS 2020 que está a decorrer desde 1 de abril — ainda que a 31 de março já tenha sido possível simular e submeter a declarações de IRS — e foram cedidos pelo Ministério das Finanças esta segunda-feira ao ECO.

No total, os portugueses já entregaram 2,39 milhões de declarações, sendo que a maioria das declarações entregues até ao momento foram submetidas de forma manual (1.417.959 ou 59% do total).

As restantes 972.798 (41%) declarações de IRS foram entregues através do IRS Automático gerado pelo Portal das Finanças, uma funcionalidade que foi alargada este ano a mais contribuintes.

É possível entregar a declaração de IRS até ao final de junho, sendo que a liquidação tem de ser efetuada até ao final de julho e o imposto tem de ser pago ou devolvido até ao final de agosto.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fisco já liquidou mais de 350 mil declarações e devolveu 205 milhões de euros

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião