“Não há qualquer restrição à utilização da Janssen” com a vacinação “focada” nos maiores de 70 anos, diz Temido

"O plano de vacinação é focado nos mais de 70 anos. Neste momento, não há qualquer restrição desta vacina neste grupo etário", disse a ministra da Saúde.

As autoridades de saúde portuguesas vão seguir recomendações da Agência Europeia de Medicamentos. Marta Temido garante que “não há qualquer restrição” à administração da vacina da Janssen, mas sublinha que o plano de vacinação está agora “focado” nos maiores de 70 anos. Esta afirmação surge após o regulador europeu ter admitido que existe uma possível ligação entre a administração desta vacina e a formação de coágulos sanguíneos.

Em conferência de imprensa, a ministra da Saúde disse que as autoridades de saúde portuguesas “estão a avaliar a documentação emitida pela EMA, a traduzi-la”, explicando que tendo em conta que nesta fase o plano de vacinação “é focado nos mais de 70 anos, neste momento não há qualquer restrição desta vacina neste grupo etário”.

Ao mesmo tempo, Marta Temido reitera que o regulador europeu “confirma que a avaliação risco-benefício permanece positiva”, pelo que sublinha que “é maior a vantagem da administração da vacina face a uma fatalidade provocada pela Covid-19“. Não obstante, a ministra da Saúde diz que “importa manter a melhor atenção para as situações muito raras”.

Também o presidente do Infarmed assinala que em relação “a qualquer das quatro vacinas aprovadas pela União Europeia existem condições para a sua utilização”, defendendo, por isso, que “não há nenhuma razão para constrangimento da utilização das vacinas”, já que o plano de vacinação está agora focado na população mais idosa.

Por fim, a ministra da saúde disse que além das 31.200 doses desta vacina de dose única que chegaram a Portugal na semana passada “estão previstas novas entregas” no âmbito da contratualização feita pela Comissão Europeia e acrescentou que ” Portugal vai incluir com a maior brevidade possível estas doses de vacinas” no plano de vacinação. “A comissão técnica da vacinação contra a Covid, que funciona na dependência da Direção-Geral da Saúde, vai rever as informações e verificar se há algum ajustamento a fazer para efeitos da aplicação da vacina e seguidamente começaremos a distribuição e a administrar esta vacina”, concluiu.

Na terça-feira, a Agência Europeia do Medicamento (EMA) concluiu que há uma possível relação entre a formação de coágulos sanguíneos e a vacina da Janssen, na sequência de terem sido registados oito casos de pessoas que desenvolveram coágulos sanguíneos em quase sete milhões de pessoas vacinadas nos EUA. Estes casos dizem respeito a mulheres com idades entre 18 e 49 anos, um dos quais fatais, e foram reportados cerca de três semanas, após serem vacinadas. Ainda assim, o regulador europeu garantiu que os benefícios gerais da administração da vacina norte-americana continuam a superar os riscos.

(Notícia atualizada às 12h23)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Não há qualquer restrição à utilização da Janssen” com a vacinação “focada” nos maiores de 70 anos, diz Temido

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião