Maiores de 65 anos vão poder agendar vacinação nos espaços de cidadão

Os utentes que preferirem agendar presencialmente a vacinação contra a Covid-19, em vez de através da plataforma online, vão poder fazê-lo nos espaços do cidadão.

Os utentes com mais de 65 anos vão podem marcar a data em que querem ser vacinados contra a Covid-19 nos espaços do cidadão, anunciou, esta terça-feira, a Ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública. No Parlamento, Alexandra Leitão explicou que o agendamento poderá, assim, ser feito presencialmente. Isto em alternativa ao recurso à plataforma online de auto agendamento.

Os espaços de cidadão vão poder receber a inscrição para as vacinas nos maiores de 65 anos, nesta fase. Portanto, de um momento para o outro, multiplicam-se por 700 os locais onde presencialmente as pessoas podem fazer essa inscrição, exatamente as pessoas que, se calhar, teriam dificuldade em fazê-lo online. Foi algo que em dois, três dias foi concertada entre a task force, a área da Saúde, a Agência para a Modernização Administrativa e também as freguesias”, disse a governante, que esteve a ser ouvida, esta tarde, em audição regimental, na Assembleia da República.

Alexandra Leitão fez este anúncio como exemplo da adaptabilidade da Administração Pública. “Se alguma coisa que o Estado fez neste último contexto pandémico foi demonstrar adaptabilidade. Acho que nunca houve, em momento algum da nossa história recente, um momento em que a Administração Pública se tenha adaptado a coisas tão diversas e em tão pouco tempo”, afirmou a ministra.

Desde o início desta semana que os utentes 65 ou mais anos, independentemente das patologias associadas, podem escolher a data e o local onde vão ser vacinados, através de uma plataforma online de autoagendamento. Ou seja, contam agora com duas vias através das quais podem fazer essa marcação: presencialmente, nos espaços do cidadão, ou online na referida plataforma.

O país vive, atualmente, a segunda fase do plano de vacinação e, com a chegada de mais dose, a prioridade é agora vacinar as pessoas com mais de 60 anos. O Governo comprometeu-se, assim, a ter toda esta faixa etária imunizada (com, pelo menos, uma dose) até ao final de maio. Foi para agilizar esse processo que as autoridades decidiram criar um sistema de autoagendamento da vacinação, “evitando ser o sistema central a encontrar as pessoas” para serem vacinadas.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Maiores de 65 anos vão poder agendar vacinação nos espaços de cidadão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião