Euronext fecha compra da bolsa italiana por 4,4 mil milhões

Euronext passa a ser o principal mercado de admissões na Europa, com mais de 1.890 empresas cotadas e uma capitalização bolsista agregada de 5,6 biliões de euros.

A Euronext, que detém, entre outras, a praça lisboeta, concluiu a compra da bolsa italiana, num negócio avaliado em 4,44 mil milhões de euros. É mais um passo da gestora pan-europeia na criação da “espinha dorsal” da união dos mercados de capitais da Europa.

“Esta transação marca um dia histórico para a nossa ambição de criar a espinha dorsal da união dos mercados de capitais na Europa“, diz Stéphane Boujnah. “Hoje, juntamos forças para criar uma infraestrutura pan-europeia, suportando as economias locais em toda a Europa e ligando-as aos mercados globais”, acrescenta o CEO da Euronext.

Com a compra da Borsa Italiana, a Euronext passará a ser o principal mercado de admissões na Europa, com mais de 1.890 empresas cotadas e uma capitalização bolsista agregada de 5,6 biliões de euros. “Esta combinação formará ainda a principal plataforma de mercados secundários na Europa, com 12,2 mil milhões de Euros negociados diariamente em ações e ETFs”, refere a Euronext.

 

“Além de uma comunidade de investidores nova e vibrante e uma forte carteira de empresas cotadas”, como diz a Euronext, em comunicado, com esta compra, o grupo passará a oferecer novos serviços, na negociação e compensação de instrumentos de dívida, e consolidará ainda mais a oferta na área da compensação.

“Acreditamos que o grupo combinado irá ter um impacto muito positivo para os nossos clientes e utilizadores finais, nomeadamente investidores, emitentes e acionistas, criando uma oferta mais abrangente, assente num negócio resiliente e num diversificado conjunto de serviços“, refere a gestora. “A conclusão desta transação não mudará o nosso foco no relacionamento com os clientes, que sairá, certamente, reforçado para o futuro”, remata.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Euronext fecha compra da bolsa italiana por 4,4 mil milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião