Wall Street em queda pressionada pelas tecnológicas

Os três principais índices registam descidas logo no início do dia. As grandes empresas de tecnologia seguem a tendência do fecho da primeira sessão da semana com quedas entre 0,4% e 1%.

Wall Street arranca o dia em queda, pressionado pelas grandes empresas tecnológicas que já na primeira sessão da semana terminaram o dia em “terreno” negativo.

Já se previa que o índice tecnológico, Nasdaq, começasse o dia em baixa, pois vários investidores estão a abandonar as grandes capitalizações para investir em empresas mais pequenas, que beneficiarão da retoma da economia pós-Covid.

As grandes empresas de tecnologia, como a Microsoft, Alphabet (dona da Google), Apple, Facebook e Amazon seguem as tendências do fecho de segunda-feira e continuam a cair, entre 0,4% e 1%. O Nasdaq regista, assim, uma queda de 0,87%.

Porém, não é o único. Os três principais índices registam descidas logo no início do dia, com o S&P a tombar 0,32% e o Dow Jones a descair 0,10%. Apesar da queda de S&P, destaque para a Pfizer que começa o dia com um crescimento de mais de 0,3% depois de aumentar a sua previsão de vendas da vacina contra a Covid-19 e para a Estee Lauder que vê um aumento de mais de 2% depois da queda de 7% de segunda-feira.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Wall Street em queda pressionada pelas tecnológicas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião