Estados Unidos autorizam uso de vacina da Pfizer-BioNTech em crianças entre os 12 e 15 anos

  • ECO
  • 11 Maio 2021

A medida permitirá que as crianças entre os 12 e os 15 anos sejam imunizadas antes da sua participação em campos de férias durante este verão e antes do início do próximo ano letivo.

A FDA, regulador norte-americano responsável pelas áreas da saúde, autorizou pela primeira vez o uso da vacina da Pfizer-BioNTech em crianças entre os 12 anos e os 15 anos, revela o The Wall Street Journal (acesso pago, conteúdo em inglês).

Até ao momento, milhões de jovens com 16 anos ou mais já tinham sido vacinados com a vacina do consórcio germano-americano, mas agora a idade mínima para a toma desta vacina é reduzida ainda mais. A decisão surge depois de um estudo, que contou com a participação de 2.260 adolescentes, ter concluído que a administração de duas doses da referida vacina foi eficaz e segura para essa faixa etária.

Esta medida permitirá que muitas crianças sejam imunizadas antes da sua participação em campos de férias durante este verão e antes do início do próximo ano letivo. “A luz ao fundo do túnel está a crescer e hoje ficou um pouco mais brilhante“, disse o Presidente Joe Biden, numa declaração. Isto porque uma utilização mais alargada das vacinas pode, também, contribuir para que haja uma flexibilização das medidas de combate à pandemia, adianta o The Wall Street Journal.

EMA poderá aprovar uso da vacina da Pfizer a maiores de 12 anos entre maio e junho

Depois dos EUA, a Agência Europeia do Medicamento (EMA, na sigla em inglês) prevê dar “luz verde” à administração da vacina da Pfizer-BioNTech para crianças maiores de 12 anos, já a partir do final deste mês, revelou a diretora executiva do regulador.

“Neste momento, a meta que damos para aprovação é em junho. Estamos a tentar ver se podemos acelerar isso até ao final de maio”, disse Emer Cooke, ao jornal alemão Handelsblatt, citada pela Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

Ao mesmo tempo, a diretora executiva da EMA sinaliza ainda que o regulador está à espera de dados provenientes de estudos no Canadá que deverão chegar “nas próximas semanas”, o que poderá “agilizar a revisão”. A vacina da Pfizer foi a primeira a ter autorização por parte da EMA e está a ser administrada a maiores de 16 anos, em todo o bloco comunitário.

(Notícia atualizada às 12h46 com a informação da EMA)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estados Unidos autorizam uso de vacina da Pfizer-BioNTech em crianças entre os 12 e 15 anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião