N26 terá “supervisor especial” para controlo de branqueamento de capitais

  • ECO
  • 12 Maio 2021

Regulador financeiro alemão intervém dois anos depois de ter aconselhado a fintech a reforçar controlo contra o branqueamento de capitais. "Supervisor especial" só foi adotado uma vez em 2018.

O regulador financeiro alemão (BaFin) ordenou ao banco digital N26 que reforce os seus controlos contra o branqueamento de capitais. Para tal, nomeou um supervisor especial, que será da auditora Mazars, para monitorizar esta fintech, informa o Financial Times.

O BaFin veio intervir dois anos depois de ter aconselhado ao banco que fizesse algo contra o branqueamento de capitais. O N26, um dos bancos digitais que mais cresceu na Europa, precisará de “retificar deficiências tanto na monitorização das tecnologias de informação como na diligência devida aos clientes” e de “assegurar que dispõe dos recursos humanos, técnicos e organizacionais adequados para cumprir as suas obrigações ao abrigo da lei contra o branqueamento de capitais”, esclareceu o regulador.

A própria fintech admite ser necessário fazer mais nesta área, apesar de já ter iniciado algum trabalho. Segundo o jornal, o banco digital prometeu controlar melhor as transações, impor medidas de segurança adicionais no que respeita à verificação da identidade dos clientes e reforçar os recursos dedicados à luta contra o branqueamento de capitais.

O regulador não deu nenhum prazo para corrigir as falhas, contando com o “supervisor especial” para entender como agir com o N26.

Quanto ao cargo de “supervisor especial”, a auditora responsável não respondeu ao jornal. Contudo, este é um cargo raro, tendo sido adotado apenas em 2018 com o Deutsche Bank.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

N26 terá “supervisor especial” para controlo de branqueamento de capitais

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião